TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações
Voltar

10/03/2021

Ritmo lento Cotia tem 4,2% da população vacinada contra covid


Com o sistema de saúde pública e privada entrando em colapso, o Estado de São Paulo, que também é o recordista em mortes e contaminações por covid-19, entre todos os estados brasileiros, ultrapassou nesta quarta-feira (10) a marca de 3,5 milhões de doses de vacinas aplicadas, a maior do Brasil. 

Desse total, mais de 2,5 milhões correspondem à primeira dose e 933 mil já receberam as duas doses, ou seja, esquema vacinal completo. O total de aplicações em SP é superior à soma de todos os Estados de Nordeste e Sul do país, conforme dados do Ministério da Saúde.

Realidade x estimativa

Os dados são contabilizados no “vacinômetro” (vacinaja.sp.gov.br/vacinometro) que aponta, em tempo real, quantas pessoas já receberam a primeira e a segunda dose da vacina, inclusive com dados individualizados para cada cidade. Além disso, a ferramenta também disponibiliza o quantitativo de doses enviadas aos municípios. 

Das 16.594 doses recebidas, Cotia aplicou 10.394. Deste total 7.589 refere-se à primeira dose e 2.805, à segunda dose.  A indicação é de que todas as pessoas com mais de 60 anos devem ser vacinadas. A cidade de Cotia, por exemplo, com uma população de 28, 3 mil pessoas nessa faixa etária (11,5% da população), segundo a Fundação Seade,  vacinou até o momento, 31,2% do público alvo. Quando considerado o total da população (247,4 mil pessoas), o percentual de vacinados acompanha a realidade nacional, 4,2%. 

Embu das Artes, com 29,6 mil pessoas acima de 60 anos, recebeu 11.950 doses e aplicou 10.558 (8.389 primeira dose), o que significa que  3,91% da população já recebeu ao menos uma dose da vacina.  Barueri tem 29,4 mil idosos, recebeu 22.145 doses e aplicou 20.068 (14.273 primeira dose) o que representa 7,59% do público alvo. E finalmente Carapicuíba, com mais de 50 mil moradores idosos, recebeu 22.512 doses e aplicou 20.068, sendo 12.280 referentes à primeira dose. Vacinou até então 3,6% do público alvo. Vale lembrar que a imunização completa só ocorre após aplicação das duas doses da vacina. 

A imunização segue em Cotia e demais cidades em passos lentos devido ao reduzido número de doses recebidas dos governos Federal e Estadual.

“Toda a campanha ocorre com uma grande operação logística montada para a distribuição das vacinas do Butantan e da Fiocruz. Semanalmente, caminhões saem para todas as regiões de SP, para que os municípios retirem suas grades nos GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica) de referência”, informou o governo do Estado. 

A estimativa da prefeitura de Cotia é imunizar pelo menos 20 mil pessoas, tendo como referência os números da campanha contra Influenza de 2020. Desse total, de 5 a 6 mil são profissionais da Saúde. Ou seja, para imunizar o público alvo na primeira fase, Cotia precisa de pelo menos 40 mil doses de vacinas.

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (10), a ampliação da vacinação para idosos com idade entre 72 e 74 anos a partir de 22 de março, num total de 730 mil pessoas que poderão receber a primeira dose ainda neste mês. A inclusão desta faixa etária será possível graças à chegada de mais vacinas do Butantan, nos próximos dias.

Leia tambèm:  Há um ano OMS declara pandemia



 

Pesquisar




X





























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR