TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

29/10/2019

Coopernova Cotia Recicla

Seu condomínio ou bairro podem fazer coleta seletiva e a Coopernova recolhe




Por Mônica Krausz 

Se você é representante de bairro, participa do conselho de um condomínio ou associação de moradores e gostaria de ver os materiais recicláveis (plásticos, papelão, vidro, eletrônicos, isopor e metais) sendo destinados corretamente, basta entrar em contato com a Coopernova Cotia Recicla, a cooperativa de reciclagem de Cotia. A Coopernova faz coleta do km 21 da Raposo até Vargem Grande Paulista, e também nas proximidades de Jandira e Embu das Artes. 

De acordo com Marly Andrade, fundadora e presidente da cooperativa, a Coopernova tem espaço para muito mais materiais do que coleta hoje. “Nós temos espaço para receber 300 toneladas de recicláveis e hoje nós estamos recolhendo 210 toneladas”, conta.

O processo para obter a reciclagem no seu bairro é simples: basta ligar para a Cooperativa, falar com Marly ou Murilo, formalizar o pedido por e-mail e a partir daí, é marcado um dia para fazer uma visita ao local. Combina-se então o dia da semana para a coleta dos recicláveis, além de ser dada toda orientação educativa através de palestras e material informativo sobre reciclagem. Se o condomínio quiser fazer uma visita à cooperativa, seus representantes também são bem vindos. 

Hoje a cooperativa recebe de 8 a 9 caminhões cheinhos todos os dias, cerca de 9 toneladas de recicláveis por dia, recolhidos em cerca de 60 condomínios e oito bairros de Cotia. Chegando na Coopernova, os caminhões despejam o material coletado em uma área de recebimento de resíduos e, dessa área, os resíduos muito grandes já são separados e os pequenos colocados em uma esteira eletrônica onde são selecionados plásticos, papelão, metais, vidros, eletrônicos ou lixo que não pode ser reciclado. 

Cada material é colocado em um buraco na esteira e cai direto em grandes sacolonas ou bags, como eles chamam. Separados por tipo de material, vão para as prensas, são pesados e depois vendidos para as empresas que fazem a reciclagem. Todo esse trabalho gera renda e sustento para 43 famílias de cooperados. Todos são donos do negócio, mas recebem por função e respeitam uma hierarquia, já que a Cooperativa é gerida por uma diretoria. Segundo Murilo Aguiar, a média de salário de um cooperado gira em torno de R$ 1700,00. Murilo, que trabalha no local há 6 anos, hoje faz faculdade de Gestão Ambiental.  

Dos bairros de Cotia, a Granja Vianna tem uma adesão bem maior em relação à coleta seletiva, tanto nas empresas como nos condomínios. “O Parque São George também é um dos bairros que mais faz reciclagem. E na Granja, só no Pão de Açúcar retiramos cerca de 25 toneladas de recicláveis por mês”, conta Murilo.

Vidro e papelão são os materiais que eles mais recebem na cooperativa. “No final do ano, quando o pessoal consome mais bebidas, a gente chega a recolher 60 toneladas de vidro por mês”, ressalta. “O quilo do vidro a gente vende por 15 centavos. O papelão é 50 ou 55 centavos”. Os resíduos mais valiosos, como as latinhas de alumínio, metais e os eletrônicos, são os que menos coletam, porque são o foco dos catadores nas ruas. O quilo da latinha de alumínio vale R$4,00. Também coletam óleo de cozinha, desde que colocado em garrafas pet. 

Na Coopernova, o manejo dos eletrônicos também é destaque, pois lá eles desmontam os equipamentos, testam as peças e fazem a destinação correta de cada item. Para saber como manejar estes materiais eletrônicos, fizeram um curso na USP. Aliás, os cooperados estão sempre fazendo cursos para aperfeiçoar as diversas funções na cooperativa. 

O rejeito, o lixo que não pode ser reciclado, é colocado em bags que vão para aterros sanitários. Murilo conta que tem muita coisa que as pessoas pensam que é reciclável e não é. Não são recicláveis: pacotes de café, de bolacha e de salgadinho, por exemplo, nem aquelas bandejinhas de isopor que armazenam carnes. Caixinha de leite é super reciclável, mas precisa ser lavada antes de ser destinada à reciclagem, se não apodrecem e são perdidas. 

Também não recebem pilhas, nem baterias ou lâmpadas, pois contêm metais pesados que podem ser tóxicos. 

Faça uma visita, encante-se com esse trabalho e Recicle! A natureza agradece.

Coopernova Cotia Recicla

coopernovacotiarecicla@hotmail.com

Tel 4243-1810 ou 

Estrada Manoel Lages do Chão, 590

https://www.coopernovacotiarecicla.com


 

Pesquisar




X

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR