TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

TV Jardim Voltar

09/09/2005

Vinho biodinâmico, natural e orgânico


Sexta-feira passada minha gerente anunciou que teríamos que ficar para uma degustação. Fiquei numa boa, já que meu marido estava viajando.

Sentamos todos a mesa, o primeiro vinho foi servido. Manoel Beato, sommelier do Grupo Fasano, começou explicando que íamos degustar vinhos NATURAIS!!! Naturais, pensei!!! Fiquei curiosa.

A degustação começou e foi falado que o VINHO NATURAL OU ORGÂNICO serão vinhos do futuro. Isto porque são vinhos produzidos sem defensivos químicos. Manoel Beato os definiu como vinhos que possuem grande tipicidade e que não são padronizados. Vinhos feitos como antigamente. Logo que começamos a degustar, me veio à vontade de fazer uma de muitas perguntas: “O que é um vinho natural e qual é a diferença para um vinho orgânico?”. A diferença é que o vinho natural é feito num solo mais puro que o orgânico. Deu vontade de degustar um vinho natural? Pois é, degustei cinco vinhos naturais e adorei. São diferentes mesmo.

Existe um site da Internet super legal e que sempre encontro explicações para algumas das minhas dúvidas. O site é www.bolsademulher.com.br. Encontrei estas duas explicações muito esclarecedoras e que valem a pena serem lidas.

Vinho Orgânico. Significa evitar a utilização de produtos químicos nos vinhedos para matar insetos, fungos, sementes ou fertilizantes químicos. A principal vantagem da produção orgânica é a de minimizar os resíduos químicos no solo, na atmosfera, nas fontes de água natural e no vinho, finalmente. Ninguém pode afirmar quais os efeitos de longo prazo que esses resíduos promovem em nós e no planeta. Portanto, um vinho orgânico pode ser visto como um fermentado produzido com muita cautela, com muita segurança.
Os vinhedos orgânicos preferem usar cavalos, para arar o solo e distribuir as sementes, por exemplo. Os tratores podem compactar o solo, mas poluem e não fornecem o adubo fertilizante, como os cavalos - que, ainda, fazem com que sejamos menos gananciosos, pois a produção costuma ser muito pequena se comparada com a dos produtores convencionais, e fazem vinhos mais concentrados. Mas atenção que por ter a palavra “orgânico” no rótulo o vinho não é inerentemente melhor do que o não-orgânico. O produtor além de manter a vinícola limpa, descontaminar o solo... precisa saber fazer um bom vinho.

Vinho Biodinâmico - Um vinhedo biodinâmico é uma variante do orgânico. Também não utilizam fertilizantes, pesticidas, herbicidas – nada de químico ou sintético, exatamente como o orgânico. Mas acredita que na natureza existem forças vitais em ação e procura operar de acordo com o ritmo dessas forças. Por exemplo, as fases da lua. A passagem da lua por diferentes constelações exerce influências nos quatro elementos básicos: a água, a terra, o ar e o fogo, representados pelas folhas, raízes, frutos e flores, respectivamente. Uma lua crescente aumenta a vitalidade, o aroma ou a cor da planta. A minguante influencia os líquidos internos da planta. Tem algo de Santo Graal nessa variante.O celebre Romanée Conti, em Vosne-Romanée, na Borgonha, é um vinho biodinâmico.

Um brinde aos vinhos diferentes!!!


Abraços,


Veja mais

Vinho branco no verão
Manoel Beato – O Sommelier do momento
Feliz 2006
Novidades do mundo do vinho 2
Brasil e a safra de 2005
Panettone e Sauternes – Casamento Perfeito
Personalidade do Mundo do Vinho - Paul Hobbs
Novidades do mundo do vinho
Um vinho e um lugar
Pratos japoneses e vinhos
Personalidade do MUNDO do VINHO
Dicas do mês
Festival do morango e do vinho
Churrasco e Vinho
Lenda do Gallo Nero
Lendas do Vinho parte I
Diferença entre espumantes
Guia de Vinhos
Degustação Gula - Sicília
Vinhos em Campos do Jordão

 




Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR