TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Colunas Site da Granja Voltar

03/06/2009

Dores nas pernas podem indicar doenças graves


A dor nas pernas é uma sensação desagradável, de intensidade variável, que varia desde um leve desconforto até a agonia, e que, freqüentemente, tem como origem os problemas vasculares.

A dor de origem vascular apresenta características específicas no seu aparecimento. Geralmente estão associadas alterações na cor e na temperatura da pele, alteração nos pulsos periféricos e a presença de edema. A presença de dor, peso e cansaço nos membros inferiores, associada a inchaço (edema) principalmente no fim do dia, são os sintomas mais comuns de doenças vasculares.

Conheça algumas das doenças vasculares que podem causar dores:
  1. Varizes: São veias dilatadas e tortuosas que comprometem uma grande parcela da população adulta. Esses pacientes queixam-se de dor nos membros inferiores, com sensação de peso e cansaço nas pernas, que pioram com o calor, com períodos longos em pé ou sentado. Nas mulheres, há piora da dor durante o período pré-menstrual e gestacional. Podem se queixar também de calor, câimbras, formigamento, edema.
  2. Trombose venosa profunda: A trombose venosa se caracteriza pela coagulação do sangue dentro de uma veia. A partir do momento em que o coágulo se forma, a circulação fica interrompida e o resultado é a dor e o edema no membro comprometido. A trombose venosa por si só já é uma doença grave pois causa grande desconforto para o paciente em seu período agudo em decorrência da dor, e que pode deixar seqüelas como o inchaço crônico. Entretanto, a maior preocupação é que este coágulo localizado perifericamente, pode, numa freqüência alta, se deslocar em direção ao pulmão, caracterizando a embolia pulmonar, que é uma situação que pode levar à morte.
  3. Aterosclerose obliterante periférica: é uma doença que causa a obstrução das artérias e impede que a circulação ocorra de forma adequada. Assim, quando o indivíduo que tem as artérias comprometidas inicia uma caminhada, vai sentir dor, fadiga extrema, sensação de câimbras, aperto muscular, podendo ser necessária a interrupção da caminhada. Essa sensação melhora após poucos minutos de repouso. Vale lembrar que esses são os sintomas iniciais da doença, pois numa fase mais tardia pode acontecer dor mesmo em repouso, com pés frios e pálidos, às vezes arroxeados.
  4. Oclusão arterial aguda: é a obstrução aguda da circulação num membro, que se manifesta com o aparecimento súbito de dor, palidez, diminuição da temperatura, podendo chegar a paralisia do membro. É uma doença gravíssima, que se não tratada pode levar a amputação do membro.
  5. Doença de Raynaud: é uma doença da circulação das extremidades dos dedos, que apresentam dor e tornam-se pálidos, azulados, principalmente com a exposição ao frio. Raramente tem complicações mas o desconforto é muito grande para os pacientes, que necessitam de orientação sobre como proteger as extremidades contra o frio e eventualmente necessitam também de medicações.
  6. Eritromelalgia: É caracterizada por dor, aumento da temperatura, vermelhidão e sensação de queimação nas extremidades.
  7. Acrocianose: É uma doença em que aparece dor, diminuição da temperatura, inchaço e sudorese nas extremidades (mãos e pés). Em geral tem um evolução benigna, sem complicações, mas precisa ser bem avaliada para se diferenciar de outras doenças vasculares que apresentam sintomas semelhantes e que tem evolução mais grave.
A avaliação do paciente com dores nos membros inferiores depende do bom diálogo entre o médico e o paciente, para que se obtenha a história clínica completa, e também de um exame clínico minucioso que avalie tanto a parte vascular quanto os aspectos ortopédicos, reumatológicos e neurológicos. Existem exames que auxiliam o médico no diagnóstico correto e que devem fazer parte desta avaliação.

É importante valorizar qualquer manifestação dolorosa nos membros, visto que a dor pode ser o sintoma inicial de doenças vasculares que se não tratadas podem ter complicações graves. É preciso conhecer a origem das dores nos membros inferiores, porque só assim consegue-se instituir um tratamento adequado para restabelecer a qualidade de vida do paciente.

Dra. Thielen Szczypkowski
CRM 99530
Cirurgiã Vascular pela Universidade Estadual Paulista - UNESP
Título de Especialista em Cirurgia Vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular
Área de Atuação em Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e Sociedade Brasileira de Radiologia


Veja mais

Desmitificando a hérnia de disco
TV Vagalume: Chorou ganha colo
TV Vagalume: A criança faz parte da tribo família
Bolo improvisado por Natureba TV
Queijo Vegano no Natureba TV
Batata Chips de forno que não gruda
TV Vagalume: Ajudando as crianças a lidar com a raiva
TV Vagalume: A quietude na convivência com as crianças
O que fazer quando a criança faz birra?
Biscoitos de Polvilho Colorido no Natureba TV
Leite de Coco caseiro no Natureba TV
Mousse de Chocolate na NaturebaTV
Naturvin - Cooperativa de Vinhos Naturais
Vinhos libaneses
Vinhos da Provence
Expovinis Brasil 2015
Amor e Vinho
Você sabe o que é SO2?
Degustando vinhos naturais - parte 1
Os vinhos naturais

 




Pesquisar




X

















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR