TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

29/07/2020

Pancadão na Pandemia?

Aglomeração em frente a estabelecimento comercial em Cotia


Nesta semana, uma postagem sobre o número de novas notificações de Covid-19 em Cotia despertou um desabafo de leitores sobre um "pancadão" e aglomeração de jovens no Centro de Cotia.

"Neste final de semana, voltando do trabalho depois de mais um plantão difícil, me deparo com essa multidão na Royal Bebidas, perto do Parque Chico Anysio. Isso em plena pandemia! Achei um absurdo, conversei com moradores do bairro do Jd. Panorama e falaram que isso tem sido constante, que a polícia até vai ao local, mas vira as costas e tudo volta ao normal. Se fosse em outra época, eu sinceramente nem ligaria, pois não tenho nada a ver com a vida dos outros, porém, isso é diferente agora, pois fazer aglomerações, todos sem máscaras, é crime contra a saúde pública!", compartilhou o leitor.

"É muito triste ver que, por um lado, mais de 85 mil pessoas morreram no Brasil e várias outras estão lutando pela vida e, enquanto isso, essas pessoas que sabem da situação não dão a mínima. Talvez se forem vítimas, aí sim acordem para o que estamos vivendo", acrescentou. 

"O inimigo é invisível, pode estar em qualquer lugar e, ao meu ver, é um absurdo. As leis deveriam ser extremamente severas (multas altas, recolhimento de veículos ao pátio e lacraçao de estabelecimentos infratores). Nada justifica a aglomeração desnecessária. Os proprietários de estabelecimentos que permitem essa aglomeração são responsáveis diretos, pois os "insanos sem noção" só estão ali por conta do estabelecimento que está aberto", desabafou. 

Em resposta à denúncia, a Prefeitura informou que intensificou a fiscalização em bares, restaurantes, trailers e outros estabelecimentos para verificar o cumprimento do decreto Retoma Cotia e o respeito ao horário previsto no alvará de funcionamento. Segundo a prefeitura, a intensificação conta com a participação da Vigilância Sanitária, GCM e Secretaria da Indústria e Comércio. 

Ainda segundo a Prefeitura, no dia 18/07, por volta das 22h40, a Guarda Civil Municipal esteve na rua Guarani, Jardim Rosalina, para atender a um chamado de perturbação do sossego. O estabelecimento Royal Bebidas estava atendendo, havia muitas pessoas e, com a chegada da GCM, o público dispersou. "Uma pessoa responsável pelo estabelecimento, naquele momento, assinou a ocorrência e encerrou as atividades no local", informou a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Cotia.

Segundo eles, nesta segunda-feira (27), a Secretaria de Indústria e Comércio convocou os proprietários do Royal Bebidas e foi assinado um 'Comunique-se', em que  se comprometem a cumprir o horário de funcionamento. "Para hoje (29), uma nova diligência está programada em diversos pontos da cidade, com prevalência maior na sexta-feira", afirmaram.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica de Cotia, o município contabiliza hoje (29) 10.515 notificações de casos suspeitos de infecção pelo novo Coronavírus desde o início da pandemia. Destes, 1.165 são de moradores de outros municípios, 2.726 casos confirmados, 6.534 descartados, 90 seguem em investigação, 2.515 pacientes recuperados, 70 pacientes internados (suspeitos e confirmados), 304 altas hospitalares (suspeitos e confirmados), 14 óbitos suspeitos em investigação, 148 óbitos confirmados por Covid-19.

Informações e denúncias:

Secretaria de Indústria e Comércio: 

Tel.: 4616-7960 e 4614-4767 

E-mail: indcom@cotia.sp.gov.br

Guarda Civil Municipal: 153 e 4616-2835 (CECOM Emergências)

E-mails: seguranca@cotia.sp.gov.br;  guardacivilcotia@cotia.sp.gov.br


 

Pesquisar




X



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR