TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

17/09/2020

Imóveis: investimento atrativo

Queda na taxa de juros e expectativa de recuperação do mercado imobiliário tornam o investimento em imóveis o mais atrativo


A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) calcula que o investimento em imóveis tenha rendido, em média, 15,3% ao ano na década que vai de 2009 a 2019. A soma considera tanto o retorno médio do aluguel, de 5,9% ao ano, como a valorização dos imóveis de 9,4% ao ano.

O período foi marcado por altos e baixos. De 2009 a 2014, houve o "boom" do mercado imobiliário, com alta nos preços dos imóveis e valorização anual de quase 25% sobre o preço de compra. Em um ano, por exemplo, um imóvel de R$ 100 mil passava a valer em média R$ 125 mil.

A partir de 2015, no entanto, o percentual médio de valorização caiu para menos 1% ao ano até chegar em patamares negativos, de desvalorização dos imóveis de 2017 em diante.

Desde então, existe uma expectativa de recuperação do setor imobiliário. A passos ainda lentos, a curva vem voltando a virar para cima, com tendência de alta. De 2018 para 2019, ainda houve desvalorização média, mas cada ano menor.

"No atual contexto de juros baixos, com Selic de 2,25%, o investimento em imóvel fica ainda mais atrativo e vantajoso, principalmente quando comparado com a renda fixa e considerando que os ativos reais tendem a se valorizar com juros baixos", diz o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.

Na verdade, o investimento imobiliário sempre foi um grande porto seguro para quem deseja investir, mas com a atratividade de outras aplicações nos últimos anos, como a bolsa e os fundos diversos, as pessoas se sentiram provocadas a procurar novas possibilidades. Só que o cenário está mudando novamente. Neste momento de incertezas, o imóvel volta a ser moeda forte e segura, principalmente a médio e longo prazo.

Agora a bola da vez são as moradias de valor médio alto, de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, que estão dentro do plano do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que teve uma redução considerável no volume de lançamentos nos últimos anos e tem hoje um estoque pronto pequeno.

Com o isolamento social, alguns clientes perceberam que precisam de imóveis mais confortáveis, com mais espaço, piscina, jardins e até uma horta já que hoje as famílias estão em casa, as crianças estudam remotamente e os adultos necessitam de um ambiente para home office etc.

Para quem pode colocar parte do seu capital na compra de imóveis, o momento adequado é este. O ganho do investimento em imóveis nesse momento pode ser superior ao retorno de uma aplicação bancária.

Vantagens de investir em imóveis: 

1) É considerado um investimento seguro e é historicamente um dos tipos de investimentos mais tradicionais do brasileiro. 

2) Há tendência de valorização do imóvel, o que tende a gerar bons ganhos na hora da revenda ou na hora de fazer um contrato com um novo locador, já que o preço do aluguel também sobe quando o imóvel se valoriza. 

3) Se tiver o dinheiro para comprar à vista, vai conseguir um excelente desconto, o que aumenta seu potencial de lucro na revenda ou na hora do aluguel, uma vez que o investimento inicial foi menor do que poderia ter sido caso usasse um financiamento. 

4) Você pode ter dado o primeiro passo para viver de renda. Ao receber mensalmente o aluguel, será um dinheiro extra na sua conta, um adicional ao seu salário. 

5) Ao alugar o imóvel, estará protegido da alta de preço das coisas que compra pois os contratos de aluguel são tradicionalmente reajustados pelo INCC ou pelo IGP-M, dois índices de inflação.

Selecionamos alguns imóveis à venda na Granja Viana que estão dentro da faixa especificada como boa opção de investimento.  Veja aqui: https://granjaviana.com.br/canal/imoveis



 

Pesquisar




X



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR