Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

27/01/2010

Internet:

A chegada da internet modificou a vida de todos com a sua agilidade, instantaneidade e facilidade.


A chegada da internet modificou a vida de todos com a sua agilidade, instantaneidade e facilidade. No caso dos deficientes físicos, ela contrubuiu muito para a acessibilidade, a inclusão e o exercício da cidadania.

A professora de Fonoaudiologia da PUCSP, dra. Maria Cecilia de Moura, explicou que antes da internet os surdos dependiam muito dos outros, "ela permitiu que um universo de possibilidades se abrisse para eles".

A dra. enfatizou a utilidade dos sites de conversa: "antes o surdo podia se comunicar via telefone TDD (telefone para surdos), mas agora ele não depende mais desse tipo de aparelho que restringia as suas possibilidades porque dependia do outro ter um aparelho semelhante ou da cidade onde ele morasse ter o sistema via telefonista. Atualmente, além do celular com as mensagens de texto, ele pode contar com o MSN (ou outros serviços semelhantes)".

Esses sites também disponibilizam o uso de câmera de vídeo para mensagens instantâneas, em que os que conversam podem usar Libras (Língua Brasileira de Sinais) e se comunicar de forma fluída. "Acho que a marca maior da internet é ter tornado o surdo independente e autônomo. O universo está lá para eles", afirmou Maria Cecilia.

Em São Paulo, a comunidade surda conta com a CELIG - Central de Libras, Intérpretes e Guias-Intérpretes criada pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo que se encontra em fase experimental. A Central utiliza terminais de computador e webcam instalados em diferentes pontos do serviço público municipal para que o cidadão surdo possa conversar à distância, pelo monitor, com intérpretes de Libras.

A Internet também permitiu maior integração social dos cegos, abrindo um horizonte infinito de informação, educação, cultura, mercado de trabalho e comunicação.A tecnologia torna o cego muito mais habilitado a tarefas antes impossíveis. Com os editores de texto, ledores de tela (leitores de tela) e sintetizadores de voz conjugados é possível trocar e-mails com pessoas de qualquer parte do mundo e ler com total independência qualquer jornal internacional ou brasileiro.

A cadeirante Tatiana Sartori acredita que a internet foi umas das maiores revoluções do último século que veio para facilitar a vida de todos, sobretudo das pessoas com deficiência.

A internet vence as dificuldades impostas por barreiras arquitetônicas, falta de transporte acessível e de rampas de acesso. Com ela, muitas pessoas que são cadeirantes conseguem fazer compras, estudar e trabalhar. Alguns empresários até criaram lojas virtuais especializadas em atender e vender produtos para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

"Hoje em dia, com o avanço da tecnologia, existem sofwares que permitem que pessoas com limitações físicas severas, que só conseguem mexer os olhos por exemplo, consigam utilizar a internet sem problemas, usar emails, rede sociais e dessa forma se manterem atualizadas e em contato com os amigos", comentou Tatiana.

Ela ressaltou que todas as páginas da web deveriam seguir as normas de acessibilidade digital tornando-as acessíveis também para pessoas com deficiência visual e auditiva. Um grande diferencial de acessibilidade é que a página seja acessível não só para uma navegação com o mouse, como também com o teclado, e com imagens e sons que tenham sua equivalência textual. Acessibilidade não se restringe as pessoas com deficiência, mas é para que o acesso à página seja fácil e possível a todos.


Marina Novaes








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR