TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

25/10/2018

Finados sem dengue

Cemitérios municipais de Cotia recebem obras de zeladoria e campanha preventiva


Os cemitérios municipais de Cotia estão recebendo obras de zeladoria e pequenas manutenções para recepcionar os milhares de visitantes que devem passar pelos locais no Dia de Finados (2/11). Além dos próprios munícipes, são esperadas pessoas de diversas cidades e estados que vêm visitar os túmulos de parentes e entes queridos sepultados em Cotia.


Os trabalhos de zeladoria envolvem a limpeza, pintura, capinação e remoção de recipientes que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika e chikungunya (leia mais abaixo).


Cotia conta com os cemitérios Velho Central, na Praça Joaquim Nunes, S/Nº, Novo Maranhão, na Estrada dos Victors, 652 - Recanto dos Victors, Cemitério Caucaia do Alto, na Rua Joaquim Pires de Oliveira, 177 - Caucaia do Alto e Parque Municipal Jardim das Flores, na rua José Menino, 20 - Parque Rincão.

 

Vigilância faz ação preventiva nos cemitérios


No dia 2 de novembro, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, realizará um trabalho de conscientização nos quatro cemitérios municipais distribuindo panfletos e informativos, além de orientar os visitantes a não deixarem no local vasos e outros objetos que acumulem água. O objetivo, de acordo com a coordenadora Páscoa Bichiato, é evitar a instalação de focos do mosquito Aedes aegypti.


Cotia registra queda de 100% nos casos de dengue

O município não teve nenhum caso de dengue confirmado entre janeiro e 9 de setembro de 2018, de acordo com o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, ante 29 casos confirmados (entre autóctones e importados) de janeiro a setembro do ano passado. Apesar do resultado positivo, a Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde não baixa a guarda e as ações preventivas acontecem diariamente.


Equipes de controle de vetores realizam visita de casa a casa orientando a população sobre cuidados em suas residências, identificando e eliminando possíveis focos do mosquito. "O período de chuva é mais propício à proliferação do Aedes por conta do acúmulo de água parada em lajes, calhas, entre outros. Conseguimos fechar sem casos o período de maior incidência na primeira metade do ano, que são os meses de janeiro a abril, e a expectativa é fecharmos os últimos meses do ano nesta mesma tendência", espera o Secretário de Saúde, Magno Sauter.


A prevenção da dengue e de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti é simples e depende do engajamento de toda a população. As medidas envolvem instalação de telas e fechamento das caixas d'água, manter garrafas e outros objetos que acumulam água em área coberta ou com a boca virada para baixo, limpar periodicamente calhas de telhados, colocar desinfetante ou água sanitária em ralos, eliminar ou colocar areia em vasos de plantas, não acumular lixo, entre outras.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Cotia

Fotos: Wagner Santos



 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR