Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

12/02/2009

Córrego do centrinho

O transbordamento do córrego Poscium que alagou algumas casas da rua Nova Amazonas e lojas do centrinho, levou a prefeitura a tomar providências.


O transbordamento do córrego Poscium que alagou algumas casas da rua Nova Amazonas e lojas do centrinho, levou a prefeitura a tomar providências. Esta semana, o vereador Zeca Pamplona acompanhado do engenheiro Rafael Ribeiro, de Obras, e do subprefeito Luis Gustavo Napolitano, visitou o local para verificar o que está causando o problema. A constatação é de que o afunilamento do córrego pode ser corrigido, melhorando a situação.

"Fomos ao local e verificamos que a Prefeitura tem possibilidade de solucionar esse problema, mas é uma questão que demanda tempo, por isso vamos planejar essa obra para que cause o menor transtorno possível aos comerciantes e moradores da região", explicou Pamplona.

Preocupada em conter novos acidentes, a Defesa Civil está monitorando diariamente também a represa Pedro Beicht e Cachoeira da Graça, no Morro Grande. Segundo o diretor José Rafael Miguel, o objetivo é prevenir danos às famílias que vivem à beira do rio Cotia. "As comportas estão fechadas, mas a água está transbordando mesmo com o nível 2% acima de sua capacidade", explicou.

Apesar disso, não houve relatos de novas enchentes. "No Jardim Sandra, a área de espraiamento está cheia, mas o bairro está sob controle; e no Panorama, a água já baixou em relação ao início da semana", afirmou.

No caso de Cotia, a Prefeitura mobilizou uma força-tarefa para apoiar os moradores de áreas de risco durante a temporada de chuvas. Além de orientar as pessoas sobre os perigos de continuar nas casas atingidas por alagamentos, a Prefeitura está dando suporte na remoção das famílias para casas de parentes e amigos.

A ação foi organizada por profissionais das secretarias de Segurança Pública (Defesa Civil), Obras, Saúde, Habitação e Assistência e Desenvolvimento Social, após constatação de que os níveis de chuvas devem ser ainda maiores nos próximos dias. Segundo os profissionais envolvidos, a represa Pedro Beicht está com 108% de sua capacidade. Com as fortes chuvas, o volume de águas aumentará ainda mais e refletirá em todas as regiões por onde passa o Rio Cotia.

Uma das áreas mais complicadas é o Jardim Panorama, onde há casas construídas irregularmente na beira do rio. Na Viela da Vitória, que até a tarde de hoje continuava alagada, mais de 10 famílias foram avisadas sobre os riscos de permanecer no local. No Petrópolis, perto do campo de futebol, a água parada também invadiu residências.

Recursos federais

O prefeito Carlão Camargo aproveitou sua viagem a Brasília para conversar com o Secretário Nacional de Defesa Civil e encaminhar a situação da estrutura atual e quais as medidas de urgência para solucionar o problema de enchentes na cidade. Foi encaminhado um relatório solicitando o desassoreamento das calhas do Rio Cotia e do Ribeirão de Carapicuíba.

População pode ajudar com doações

Devido aos grandes problemas enfrentados nas regiões carentes, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social pede que toda a população ajude as vítimas das fortes chuvas com doações. As famílias precisam, principalmente, de alimentos, itens de higiene pessoal, água mineral, colchões, cobertores, roupas e sapatos.

Quem quiser ajudar deve entrar em contato pelo telefone: 4614-0663 ou 4616-0466.

Fotos: Divulgação








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR