Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

10/03/2009

Chuvas

Nesta quinta-feira, 5 de março, moradores das ruas Cascavel e Rio Bonito e dos loteamentos Jardim Mediterrâneo e Silvino Pereira reuniram-se com representantes da Prefeitura de Cotia para resolverem o problema das enchentes, que vem se arrastando há alguns anos na época das chuvas.


Nesta quinta-feira, 5 de março, moradores das ruas Cascavel e Rio Bonito e dos loteamentos Jardim Mediterrâneo e Silvino Pereira reuniram-se com representantes da Prefeitura de Cotia para resolverem o problema das enchentes, que vem se arrastando há alguns anos na época das chuvas. Compareceram o secretário de Habitação e Urbanismo, José Lopes, o subprefeito Luiz Gustavo Napolitano, os engenheiros Rafael e Rogério e o vereador Zeca Pamplona, que viabilizou a reunião.

Na ocasião, os moradores apresentaram fotos das ruas inundadas e as possíveis causas para a falta de escoamento da água de maneira adequada. Segundo eles, as águas oriundas dos loteamentos Silvino Pereira e Jardim Mediterrâneo descem em grande volume em direção às ruas Rio Bonito e Cascavel, derrubando muros. Outro problema é a possível obstrução de uma galeria existente entre as duas ruas, já que não está dando vazão às águas. Construída há mais de 30 anos, ela foi feita de forma aleatória, com diferentes tipos e tamanhos de tubulação pelos moradores que foram comprando os lotes.

Segundo os engenheiros da Prefeitura, além da região receber o escoamento de parte da Bacia do Rio Cotia, este ano as chuvas nos meses de janeiro e fevereiro foram atípicas, com um maior volume de precipitação. No entanto, eles afirmaram que, provavelmente, o problema deverá ser resolvido com a adequação da galeria e sua desobstrução. Para isso, pediram um prazo de 15 dias para que seja feita uma vistoria e a autorização dos moradores, já que deverá ser feita casa a casa, para identificar os problemas.

Os moradores concordaram que deve haver a avaliação e, em seguida, a realização de um projeto e seus custos. Segundo José Lopes, os resultados serão levados ao prefeito que será quem decidirá se a Prefeitura arcará com os custos ou se será preciso fazer uma parceria prefeitura/moradores. Uma segunda reunião foi agendada para o dia 26 de março, às 19h, também no Clube das Pitangueiras.

Angela Miranda, jornalista, Geógrafa e moradora da Granja Viana há mais de 20 anos.

Fotos por: Ligia Vargas








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR