TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Varal Com Texto Voltar

25/05/2006

Moda e Surrealismo


A moda e a arte sempre caminharam juntas para a estilista Elsa Schiaparelli, uma italiana de alma francesa, que não criava apenas vestidos, chapéus e acessórios, mas verdadeiras obras de luxo e excentricidade. Suas roupas eram feitas para impressionar, para destacar a mulher que as usava. Schiap, como era conhecida em Paris, viveu o auge de seu sucesso durante a década de 30. Era amiga dos artistas da época, como Jean Cocteau e Christian Bérard, mas foi com o surrealismo de Salvador Dalí que ela mais se identificou. Chegaram a trabalhar juntos em várias criações, como o chapéu-sapato, a bolsa em forma de telefone, o tailleur com vários bolsos em forma de gaveta e o vestido decorado com uma grande lagosta.

Elsa Schiaparelli nasceu em Roma, na Itália, em 1890. Neta do famoso astrônomo, que descobriu os canais do planeta Marte, Giovanni Schiaparelli, a estilista acreditava que a moda não podia estar desvinculada da evolução das artes plásticas contemporâneas, sobretudo a pintura. E para traduzir seu desejo constante por arte, utilizou bordados a exaustão em suas criações. Algumas peças eram totalmente rebordadas a mão, tendo criado verdadeiras obras de arte de vestir.

Seu estilo moderno e excêntrico a fez criar um tom de rosa eletrizante, o qual ela chamou de "shocking", o famoso rosa-choque. Em 1938, Schiap lançou um perfume com o mesmo nome - "Shocking". O frasco foi desenhado pela pintora surrealista Leonor Fini e tinha a forma de um torso feminino. Na verdade, o da atriz Mae West, que encarnava a ousadia do estilo Schiap. O estilo marcante de Elsa Schiaparelli talvez pudesse ser representado pelo seu rosa "Shocking, descrito por Yves Saint-Laurent como: "Uma provocação".
Todas as coleções lançadas por Schiaparelli se inspiravam em fantasia e partiam de um ou dois temas dominantes. Uma de suas preferidas era a coleção de circo, com cavalos, elefantes ou acrobatas no trapézio, bordados em muitas peças, como os boleros, com botões de cabeça de palhaço e o chapéu em forma de sorvete.

Além de suas criações sempre impactantes, ela inovou nos materiais utilizados em suas roupas, como o zíper (foi a primeira designer a utilizar esse tipo de material em suas criações), o crepe de seda e o celofane. Todos esses novos materiais, como a fibra sintética, possibilitaram que Elsa executasse todos os seus sonhos surrealistas.


Veja mais

Givenchy - o nome da elegância
Espartilhos - Quatro séculos de história
Anos 40 – A moda e a Guerra
Anos 30 – Tempos de Crise
Anos 20 – Quando a moda mudou
O Biquíni – uma verdadeira bomba
O mundo fashion sobre patas
Blythe – Brinquedo Fashion
GUCCI - O império do novo luxo completa 85 anos
O Diabo Veste Prada
O universo do fetiche
Em defesa da moda
Madonna Forever
SPFW - O verão chega mais cedo
Zuzu Angel – o filme
A extravagância pode ser chique
A moda nas Copas
Quando o punk virou moda
Casar está na moda
A História da Camiseta

 




Pesquisar




X



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR