TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Saúde

19/01/2016

Nevos: O que são?


Nevos são pequenas manchas amarronzadas ou cor da pele, popularmente chamadas de pintas, sinais ou verrugas.

 

São derivados dos melanócitos, as células que dão a cor à pele. Os nevos já podem estar presentes desde o nascimento e se desenvolvem até os 35-40 de idade. O número de lesões depende da hereditariedade, exposição ao sol e de certos fatores como a gravidez. Geralmente, adultos têm por volta de 20-30 nevos que podem estar distribuídos por todo o corpo, sendo benignos em sua grande maioria, isto é, típicos.

 

Costumam ser arredondados ou ovalados, com bordas regulares, coloração uniforme e homogênea, pequenos (até 6mm) e que permanecem iguais com o passar dos anos.

 

Porém, devemos estar atentos para os nevos atípicos. São aqueles com bordas irregulares e formato assimétrico (parecem "mapas"), apresentam diferentes cores na mesma lesão (marrom, preto, vermelho), podem ser maiores e modificar-se com o tempo. Essas lesões podem evoluir para o Melanoma Maligno, o câncer de pele mais agressivo que existe. A transformação destes nevos atípicos para melanoma, vai depender de fatores genéticos e ambientais, como exposição inadequada aos raios solares ou machucar cronicamente a lesão (por exemplo, com o ato de barbear-se).

 

As pessoas com maior risco para transformação do nevo em melanoma apresentam:
1) antecedentes familiares de Melanoma Maligno
2) grande número de nevos, principalmente os atípicos
3) mudança no aspecto do nevo (a “pinta” cresceu, mudou de cor ou formou casquinha)
4) bronzeamento artificial
5) pele e/ou olhos claros
6) exposição excessiva ao sol
7) atividades frequentes ao ar livre


Assim, as pessoas que apresentam nevos devem:
1) realizar mensalmente um autoexame para checar qualquer mudança no aspecto do nevo e procurar um dermatologista de confiança se isso aparecer.
2) usar corretamente o protetor solar no seu cotidiano.
3) consultar um dermatologista anual ou semestralmente que, no caso de lesões atípicas, procederá à dermatoscopia, um exame que permite avaliar mais profundamente as lesões e obter parâmetros concretos para o melhor acompanhamento das mesmas.

 

A medicina preventiva é sempre a melhor opção!

 

Veja como identificar os sinais seguindo a regra ABCDE.


Veja mais

Cardíacos: grupo de risco
Alimentação e Longevidade
Como seu corpo recebe 2020?
A Nova Medicina Germânica
Auto-cuidado na gestação
Entenda a endometriose
Fisioterapia Pélvica para homens
Inchaço de verão
Um ano novo mais leve
Tratando de sua coluna vertebral!
Incontinência urinária em atletas
A todas as Mães!
A Prática da Constelação Familiar
O que é Constelação Familiar Sistêmica
Algo pode mudar SEU ANO de 2018!
Meditação na prática!
MEDITAÇÃO : Vamos conhecer melhor!
Boa postura dentro do carro!
Pressão Alta e alimentação por Lícia
Dor muscular no Inverno? Por Eliana

 


Eliana Tessitore

Fisioterapeuta - Crefito 3650f 
Mestre em Enfermagem Psiquiátrica (EEUSP)
RPG/ Instituto Phillipe Souchard
Diretora da "Cia de Dança Eliana Tessitore".
Facebook: Eliana Tessitore Cuide-se Bem  
Telefone - 11 96456-0777

Pesquisar




X



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR