TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Planeta Eu

01/10/2015

Tatu bola ?


Bairros ricos e em volta deles, bairros pobres. Países ricos e em volta deles, países pobres. Ser pobre significa morar em poucos metros quadrados, passar calor no verão e frio no inverno e não ter transporte público que o proteja de esperar bastante no ponto, e de andar muito depois de um dia cansativo de trabalho. Ser rico é ter ar condicionado no carro, na casa. Aquecedor para o frio. Piscina para nadar. Médico e hospital caro quando adoece. Ser pobre é enfrentar fila quando doente. É trabalhar muitas horas e ganhar pouco. Ser pobre é ter algum conhecido que já foi revistado, humilhado, detido pela polícia. Ser rico é ter algum conhecido que já foi assaltado ou sequestrado.

Minha amiga quer um amor. Vamos resolver com o Thinder? Aquele aplicativo que pode morar no celular. Ficamos olhando, “folheando”, para a esquerda os recusados, para a direita os aprovados. Tem o nome, idade, fotos. Estão procurando uma mulher para tê-la em suas vidas. Minha amiga procura uma mão quente para segurar na sua.

Os viajantes, minha filha e seu namorado, estão pela América Central fazendo o tal mochilão. Certa vez pegaram carona de um caminhão. Era noite, quando foram atravessar a fronteira. Passageiros tinham que passar a pé pela alfândega. Desceram apressados, e as mochilas ficaram no caminhão. Combinaram com o motorista que se encontrariam na ponte. Que ponte? Perguntavam e lhes diziam que não havia ponte. Preocupados, na noite escura, souberam que havia um lugar onde os caminhões costumam estacionar. Foram até lá e esperaram por muito tempo até que o motorista os encontrou. Tinha tido problemas na fronteira por causa das mochilas. Teve que subornar o oficial que estava colocando dificuldades. Eles se ofereceram para restituir a quantia que o motorista tinha perdido naquela transação. Ele não aceitou e ainda quis dar dinheiro para ajudar os viajantes.

Leio a carta de um irmão conversando com sua irmã, que faleceu num acidente, três dias antes. É de destruir qualquer coração. Não sei se ainda é assim: um diamante lindo significa horror máximo em torno do comércio dele, na África.

Já imaginou: bombas caindo e você precisar fugir da sua vida? Já imaginou você ser homem e querer namorar um homem e por isso ser mal visto? Já imaginou seu pai, sua mãe te bater e você, criança pequena, não compreender direito o que está acontecendo?

Estou no topo da mais alta montanha, a famosa lua vermelha me inebriando. Olho num caleidoscópio e são essas histórias que vejo hoje. Quando for para o céu vou entrar na fila para fazer muitas perguntas: Tinha que um destruir o outro? Por que só dois braços e nenhuma tromba para segurar a sacola do bebê? Por que apenas umas poucas emoções e tanta confusão por causa delas? Por que causar pobreza e riqueza? Para que tanto sofrimento? Você tem cigarro? Vou voltar como tatu bola na próxima vida? Tem punição para curiosos?

Sei que foi lindo que os viajantes, na noite escura, esperaram. E que havia um motorista, muito preocupado, procurando por eles até encontrar. Espero que haja um bom Deus procurando por todos que estão sofrendo, pronto para soprar joelhos ralados, de tanto cair no chão áspero. Torço por isso. Rezo por isso. Fui no enterro do meu tio esta semana. Gostei de achar que tem baladas muito divertidas lá no céu. Why not?


Foto Ligia Vargas


Veja mais

Você está melhor?
No Baile com Hitler
Ela não veio
Santa ou maligna?
Isso é verdade ?
Sim, ele respondeu!
Ser cantora ou ciumenta?
Pirei na Batatinha!
Leva meu coração?
Eu minto sim!
Nana Nenê!
Os mansos e o presente
Vamos de mãos dadas!
Zezinho Bruce e eu, no Crepúsculo!
Papai Mamãe: um Clássico!
Piquenique com os Seres de Luz!
Sou feia!!
O corpo desobediente! por Jany
Não tem só bem pensar!
Voa Aurélio! por Jany

 


Jany

Escritora e Focalizadora de Dança Circular no UlaBiná.

Pesquisar




X





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR