TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Mulher & Cia

27/08/2020

A natureza é mulher


Ah, minha amada natureza, você é MULHER!

Meu vínculo afetivo com estas mulheres donas das florestas começou quando eu ainda era criança. Na tenra idade, no pantanal mato-grossense, avistava aquela árvore lá longe... e falava que lá era São Paulo, sempre quis chegar até lá e cá estou.

 

O tempo passou e minha relação de amor com a natureza só aumentou. Observando uma tarde de domingo com o Sol já morninho e o vento leve, algumas árvores se assanham da raiz à ponta do último galho, outras sisudas inquebrantáveis, altivas, ostentando um certo grau de superioridade, maturidade, ou talvez espírito materno e eu não posso entrar na brincadeira, não sou árvore, mas fico aqui ao lado cuidando dessas meninas, mudinhas, faceiras e pequenas que ainda dependem de mim para crescer e tornarem-se independentes.

 

E observo também quando chegam os arquitetos João e Maria, escolhendo seu galho para construir sua casa, onde a porta de entrada é contrária à chuva, são muito inteligentes! E tantos outros as visitam sempre e quando estão floridas então, trocam muitos beijinhos, beija-flor e flor.

 

Tento ousadamente imaginar o que as árvores diriam se pudessem:

“Ah! Amo meu período de flor, pois tenho certeza que terei sementes que geminarão no tempo certo, começando como pequenas e necessárias plântulas!”

 

Vamos ter nossas plantas produzindo frutos se a terra for fertilizada. Quando os frutos não estão prontos seu gosto amarra na boca, mas quando ficam coloridos atraem todos os animais que comerão o fruto maduro e saboroso para dispensarem suas relíquias: as sementes.

 

Mas quantas aves tagarelas visitam seus ramos, faz bem a companhia dos bichos, todos eles, os discretos e os afetados, o temperamento dela é solar.

 

O Sol, a chuva, o frio, o vento, as noites, os dias tudo é muito importante pra ela que precisa de só isso pra ser plena.

 

Algumas vezes as amigas deixam suas sementes no berçário junto a suas raízes, buscando conhecimento e sabedoria para se desenvolver, e tem outras colegas que jogam pra longe suas sementes, pois perto delas não poderão se desenvolver com independência, desta forma assegura a perpetuação de cada espécie.

 

Você sabia que cerca de noventa por cento das plantas têm nos animais frugívoros as suas sementes disseminadas em lugares distantes?

 

Outra artimanha da sábia natureza: algumas espécies da flora são levadas para longe da planta-mãe em terras boas para germinarem, evitando assim que os predadores e parasitas que já conhecem sua morada original possam interferir na criação de novas sementes.

 

Precisamos cuidar da nossa natureza ou teremos regiões vazias de vida.

Todo este prefácio gigante tem o propósito de fazer uma analogia: À semelhança da Natureza, nós, mulheres, somos o mutualismo, com nossos ciclos, estações, nossas luas...

 

Nossas folhas deitadas mortas ao chão se decompondo fertilizam e informam a genética herdada para outras gerações...

 

Com este calor intenso chegamos a parar de florir, com a chuva torrencial perdemos os galhos e essas adversidades que enfrentamos não nos diminuem: elas contribuem para que cheguemos à próxima estação mais fortalecidas.

 

A poda também faz parte do processo de construção e desconstrução de conceitos arraigados,  necessária para entendermos que precisamos brotar novamente, recomeçando sempre independente das circunstâncias!

Sejamos árvore na vida, com toda sabedoria para nutrir outros seres e deixando um legado de boas ações.  


Veja mais

#disque100 pela criança
#disque100 pelo idoso
#disque100 pelo idoso
#disque100 pela mulher
Ângela Maluf aqui

 


Ângela Maluf

Ângela Maluf é pedagoga, arte educadora, pós graduada em arte junguiana. Como pedagoga, trabalhou com pessoas com deficiência na Apae e no Ceic de Cotia. Já esteve Diretora de Cultura de Cotia, foi gestora das UBSs de Caucaia e do Atalaia e do PA de Caucaia do Alto. Também foi Secretaria Adjunta de Saúde e duas vezes Secretária da Mulher de Cotia.

Pesquisar




X



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR