TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Modo de Ver Voltar

14/09/2006

Isabelle Ribot


Isabelle Ribot,nascida em Paris e vivendo no Brasil há muitos anos é uma artista cheia de idéias e coragem. Embora diga que "precisa aprender a falar do seu trabalho, acrescenta que adoro fazê-lo, que adoro cortá-lo. "Junto idéias, sentimentos, pensamentos e dados sobre telas", confessa. Seu trabalho tem o fascínio dos diários cheios de vida. Na verdade funciona como um diário pintado e escrito, retratando os ambientes por onde passa.

Segue uma pequena entrevista com a artista.

Qual é o principal traço do seu caráter ? (personalidade)
Certas pessoas me acham teimosa , eu não concordo. Não concordo, não concordo, não concordo.

A felicidade perfeita para você?
Fora o amor? Viver melhor do meu trabalho.

Onde e em que momento da sua vida foi o mais feliz ?
Vários lugares, vários momentos.

A ultima vez em que chorou ?
Dia 17 de agosto. Ainda bem, Fernando estava perto.

Sua ocupação preferida ?
ah ah ! Criar é uma ocupação? Então é minha preferida.

A qualidade que prefere (homen) ?
Inteligência, senso do humor, senso do amor.

A qualidade que prefere (mulher) ?
a mesma coisa.

Seu maior medo?
Meus pesadelos me assustam. Que delicia acordar...

Sexo?
Mmm... o prazer é um vasto território. Sexo entre indivíduos livres e concordantes e masturbação talvez sejam o ultimo bastion da liberdade.

Religião?
Não consigo. Será que os Homens gostam tanto de ficção? Acho... uma miséria espiritual e como sinto um pouco de raiva a respeito de nossas sociedades que somente favorecem e gratificam as pessoas que colaboram ao projeto global (por exemplo a família) acho que a religião é um peso a mais.

Política?
Sempre Verde no primeiro turno, depois... o “menos pior”. Mas é outra ilusão (igual a religião), baseada em mentiras. Outra pobreza.

Qual é sua posse mais cara (no sentido querida)
Ainda não tenho: seria “liberdade”, eu queria conquistar mais liberdade

Qual é sua maior conquista na vida ?
Não sei exatamente mas estar realizando um sonho da adolescência pode ser visto como uma conquista : faço arte.

UM QUADRO?
Um só? detesto restrições então não respondo. Bom, respondo porque não sou teimosa e você perguntou : “La gare Saint-Lazare”, Viera da Silva 1949

UM LIVRO?Um só de novo? La vie mode d’emploi (Georges Perec)...

Os compositores clássicos ou contemporâneos preferidos?
Hardy, Silvestre, Faithfull, Jacquet De La Guerre, Christophe, Monsieur Poli… e outros…

Seus herois na "vida real"?
Heróis? Penso em civilização (oposto da barbárie)... ah se tivesse seria o máximo!

Seus filmes culties ?
Fora aqueles clássicos? ...“Le Père Noel est une ordure”.

Seus autores preferidos?
Irving, Auster, Bruckner, Nothomb, Perec, Mann, Modiano Lodge, Bretecher, Gibson, Louis-Ferdinand Celine, Houellebecq bien sûr !! E outros…

Seus pintores preferidos ?
Turner, os Russos, Duchamp, Da Silva, Bissière, Fontana, Kooning, Fonthor, Nauman (vídeos), ........

Que talento gostaria de ter ?
Soprano

O que gostaria de mudar na sua aparência fisica ?
Adoraria poder acordar e vestir qualquer coisa ... como há 20 anos. Mas não vou me dar o trabalho de tentar mudar aparência fisica hoje : não vai acabar nunca !

Sua bebida preferida ?
Fora o whisky? O vinho

A cor que gosta ?
Todas, dou uma chance para todas : o que importa é a combinação.

A flor que gosta ?
glycínia

Uma música :?
Tempête (Elisabeth Jacquet De La Guerre, século 17)

O que odeia além de tudo ?
Tirania, pipocas, rillettes (pate gorduroso)

Os erros que lhe inspiram indulgencia?
Muitos

Como gostaria de morrer?
Consciente

Como é seu estado de espírito agora ?
Agora, agora? Tranqüila, mas sei que não dura. Daqui a pouco vou querer mais de que ...tranquilidade.

UMA FRASE ?
Uma só? N’estime l’argent ni plus ni moins qu’il ne vaut: c’est un bon serviteur et un mauvais maitre (Alexandre Dumas).
Tr : Não valorise o dinheiro por menos nem por mais do que vale : é um bom servidor e um dono ruim.

www.isabelleribot.art.br
isabelleribot@yahoo.fr


Veja mais

País de Iluminados
Sumpalo
Bushada
Pantomina Brasileira
Sem Adversários
Lesma Lerda
O País do Tudo Bem
Corrupção virulenta
Infindável Desperdício
Estratégias de Manipulação
Patricia Kaufmann
Dívida Externa
Parados no Tempo
Ressaca Eleitoral
Arte e Política
Amenidades e Pressão
Eleições sem Fim
Eleições 2006
Fernando Ribeiro
Elaine Gomes

 




Pesquisar




X

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR