TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Minha Vida Animal Voltar

15/10/2015

Gatos nos deixam mais saudáveis



Parece uma afirmação estranha, mas existe um grande número de situações que provam que possuir um gato é bom para saúde física e mental. E será de algum conforto para os possuidores de gatos (frequentemente acusados de perturbarem o ambiente com seus animais), o fato de que os ativistas "antigatos" morrem mais cedo que eles (hehe..).

Há duas razões para isto. Em primeiro lugar, é sabido que o contato físico com os gatos reduz bastante o estresse dos seus companheiros humanos.

A relação entre humanos e gatos é tocante, no pleno sentido da palavra. O gato roça-se pelo corpo do dono e este acaricia o pelo do gato. Donos de gatos levados para um laboratório, a fim de fazerem teste às suas reações fisiológicas, comprovaram que os sistemas dos seus corpos se tornaram nitidamente mais calmos, quando começaram a acariciar os seus gatos. A tensão baixou e o corpo descontraiu-se.

Estas formas de terapia foi comprovada na prática num grande número de casos agudos, quando doentes mentais melhoravam de forma notável, depois de serem deixados na companhia de gatos domésticos. Todos nós sentimos uma espécie de libertação através de um simples e honesto relacionamento com o gato. Esta é a segunda razão do benéfico impacto do gato nos humanos. Não se trata, apenas, de uma questão de "tocar", por mais importante que ela seja. É também uma questão de relação psicológica ligada às complexidades, traições e contradições das relações humanas. Todos nós somos feridos por certas relações, de tempos a tempos, alguns agudamente outros de formas mais ligeira. Quem tiver severos traumas mentais, terá dificuldade em resolve-los. Para estes, uma ligação com um gato pode provocar grandes recompensas, devolvendo-lhes a fé nas relações humanas, destruindo as suspeitas e o cinismo e sarando as antigas feridas.

Um estudo especial feito nos E.U.A, revelou recentemente que para aqueles a quem o stress provocou perturbações cardíacas, a posse de um gato pode constituir, literalmente a diferença entre a vida e a morte, reduzindo a tensão arterial acalmando o cansado coração. Estudou-se cientificamente que um dos primeiros métodos para diminuir a tensão arterial, numa pessoa que sofre de hipertensão, é a presença de um animal doméstico. Acontece o mesmo em relação à alegria, à distração que uma pessoa possa ter: um gato amigo, companheiro, confidente, um gato psicoterapeuta!

Recentemente, aqui no Brasil um cardiologista receitou para seu paciente que compra-se um gato para diminuir o seu stress e evitar ter um enfarte. A princípio o paciente achou uma bobagem, um absurdo, mas resolveu seguir a recomendação do seu cardiologista, pois seu estado de saúde estava se agravando. Não só comprou o animal, como resolveu levá-lo para seu escritório (nos EUA, muitas pessoas levam para o escritório seus gatos e cachorros. Resultado: deixou de ser uma pessoa extremamente nervosa e estressada. Sua esposa notou uma mudança radical na sua vida, confirmando os benefícios do animal na saúde do seu marido — e o coração dele agradeceu.


Veja mais

Como transportar animais corretamente
Vítimas anônimas
GPS para pets já é realidade
Buraqueira, uma corujinha muito fofa
Dia Nacional dos Animais por Ângela
Pets: uma ligação profunda
O espetáculo que mata!
O perigo das latas no lixo
A saúde dos beija-flores
Seu pet e a estação do inverno
O inverno chegou e com ele a Tosse dos Canis
Aranha marrom, pequena e perigosa!
Jacu, que ave é essa?
Maus tratos contra animal, ação imediata
Fisioterapia Animal, uma chance para eles
Pets x Fogos de Artificios
Herdeiro manso das selvas
Seu cão é um “mala”?
Sua empresa na nuvem
Pets também sofrem com a separação

 


Angela Miranda

Angela Miranda, jornalista, geógrafa e moradora da Granja Viana há 30 anos.

Pesquisar




X























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR