TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Minha Vida Animal Voltar

06/10/2016

A saúde dos beija-flores


A Primavera chegou e os pássaros já estão dando o ar da graça, alegrando os nossos jardins. Um desses visitantes mais assíduos é o beija-flor. Atraídos pela floração, eles passam o dia em busca do néctar das flores. Diariamente, chegam a visitar cerca de 2.000 flores, para conseguir a quantidade de néctar necessária, que pode chegar a até 1,5 vezes o peso do seu corpo. Em geral, como a nossa região é bem arborizada, facilita o acesso à alimentação dos beija-flores. Mas, em áreas com desequilíbrio da vegetação natural ou mesmo em certos períodos do ano, quando há maior escassez de alimento, os beija-flores tendem a procurar o néctar que necessitam em bebedouros.

É aí que está o problema. Além da água da rede pública que utilizamos possuir produtos que não são ideais, provocando um desequilíbrio em seu metabolismo, o açúcar e o mel são produtos que, ao fermentar rapidamente, contaminam os pássaros com fungos que causam uma micose na boca e que podem levá-los à morte. Além disso, a mistura precisa ser trocada diariamente e o bebedouro muito bem lavado. Um sinal visível da infestação por fungos é o escurecimento do bocal e das pétalas das flores artificiais, principalmente quando existe a visita de insetos como abelhas e formigas.

Sendo assim, precisamos mudar duas coisas em prol da saúde dessas criaturinhas. É recomendável utilizar modelos de bebedouros que tenham algum dispositivo limitador de formigas (em geral, têm uma “borda”), e, ao se notar o escurecimento das flores de plásticos, estas devem ser esterilizadas imediatamente com algum composto clorado (aquele que usamos para esterilizar alimentos como verduras, e jamais usar produtos comuns de limpeza), e enxaguadas muito bem antes de serem reutilizadas. A limpeza também é importante por conta de presença eventual de algum pássaro doente que pode contaminar os beija-flores, através do próprio bebedouro. Outra prática condenável é completar o nível dos bebedouros com mais água com açúcar.

Portanto, o ideal é comprar o alimento específico como o néctar para beija-flores. Encontrado em casas de ração e pet shops, o produto é um alimento natural e saudável e grande fonte de energia que eles precisam.  Além disso, ele atrai outras espécies de pássaros como cambacicas, saíras e sanhaços. Outra vantagem é o custo/benefício, já que a mistura pode permanecer disponível para os pássaros por até cinco dias, sem risco de contaminação ou fermentação. E melhor, possui vitaminas importantes para a nutrição dos pássaros, garantindo, desta forma, a saúde do bichinho!

Agora, o ideal mesmo é um lindo jardim com muitas flores... 


Veja mais

Como transportar animais corretamente
Vítimas anônimas
GPS para pets já é realidade
Buraqueira, uma corujinha muito fofa
Dia Nacional dos Animais por Ângela
Pets: uma ligação profunda
O espetáculo que mata!
O perigo das latas no lixo
Seu pet e a estação do inverno
O inverno chegou e com ele a Tosse dos Canis
Aranha marrom, pequena e perigosa!
Jacu, que ave é essa?
Maus tratos contra animal, ação imediata
Fisioterapia Animal, uma chance para eles
Pets x Fogos de Artificios
Herdeiro manso das selvas
Gatos nos deixam mais saudáveis
Seu cão é um “mala”?
Sua empresa na nuvem
Pets também sofrem com a separação

 


Angela Miranda

Angela Miranda, jornalista, geógrafa e moradora da Granja Viana há 30 anos.

Pesquisar




X





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR