TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Varal com texto Voltar

03/11/2005

Se o Sol soubesse da Lua o que eu sei de Maria...


Acho lindas suas mãos em um ballet clássico moldando o cabelo para um simples coque. Mais lindo é quando solta, os fios derramam, os cachos cachoeira. Meus olhos entorpecidos se perdem no balance dessa sua genuinidade brasileira. Sua ginga me encanta, me espanta sua revolta. O fôlego de viver, a impressionante capacidade de deixar tudo para a última hora. Essa é você, Maria, nome de santa, nome de música, nome de noviça da rebeldia.

Os pés que se arqueiam em um salto na cama elástica desvendam sua vida em ‘pliet’. Sua história vivida, rústica pós-moderna. Essa sua vontade de mudar o mundo, esse seu discurso socialista. A liberdade de falar o que pensa e falar com o olhar até mesmo quando prefere o silêncio. A bochecha que cora levemente fazendo contraste com a pele morena: sua timidez, pequena, mas existente. Um estilo estiloso que mescla sua personalidade com o jeito de ser. E que jeito de ser! Único, irreverente, sem igual. Desengonçada na postura, atrapalhada por natureza. Seu rosto inspira inocência, e de inocente não tem nada. Você se acha independente, e só não é mais que uma gaivota. Falta voar, falta saber chorar.

É muito mais mulher do que qualquer outra mulher e não passa de uma menina. Organização é lugar distante, desconhecido, filme estrangeiro sem legenda. Mas em meio a bagunça você se acha, não sei como, mas se acha. Em meio a balburdia você reflete, pensa, pensa mais um pouco e dorme no sofá, porque ficar acordada cansa. Fazer nada é entediante demais em tempos que quer tudo de uma vez. Você é rainha, é jogo de xadrez, é resta um, é a alternativa que revela ser nenhumas das anteriores. De tão complicada chega a ser simples te entender.

E quando na praça o Sol morre para renascer no dia seguinte, o ciclo se revela, constante, incessante. Uma amizade entre a noite e o dia que se completam mesmo sem saber.

Assim como eu, assim como você.


Veja mais

Do privilégio ao exercício da responsabilidade
Espaço Integração 17 anos
Sustentabilidade em foco
Sobre a atuação da jovem Greta
Desmitificando a hérnia de disco
TV Vagalume: Chorou ganha colo
TV Vagalume: A criança faz parte da tribo família
Bolo improvisado por Natureba TV
Queijo Vegano no Natureba TV
Batata Chips de forno que não gruda
TV Vagalume: Ajudando as crianças a lidar com a raiva
TV Vagalume: A quietude na convivência com as crianças
O que fazer quando a criança faz birra?
Biscoitos de Polvilho Colorido no Natureba TV
Leite de Coco caseiro no Natureba TV
Mousse de Chocolate na NaturebaTV
Naturvin - Cooperativa de Vinhos Naturais
Vinhos libaneses
Vinhos da Provence
Expovinis Brasil 2015

 




Pesquisar




X





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR