TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Varal com texto Voltar

10/01/2006

Desacredito!


É tão bom fazer uma surpresa, entrar de mansinho e surpreender a pessoa no seu cotidiano. É tão bom mas precisa de uma colaboração, mesmo que inconsciente, da mesma. Desencontros acontecem, desencontros em meio a uma surpresa não podem acontecer. Mas comigo... Sim, aconteceu.

Só o que eu precisava fazer era sentar em um sofá em frente à loja da surpreendida e esperar até o horário do jantar e aí sim, surpresa! Script repassado algumas vezes, ensaios discretos comigo mesmo e eu estava aparentemente pronto. Um deslize de olhar, pequeno abaixar de cabeça. Foi o suficiente para que a suposta surpreendida saísse da loja sem me notar, o que afinal de contas era o meu intuito, mas na direção contrária a minha pessoa. Atônito e sem reflexos, eu a segui. Esqueci que tinha voz para gritar e pernas para correr. Realmente achei que se eu andasse como quem passeia alcançaria. Vira a primeira à direita, viro a primeira à direita. Depois à esquerda e lá vou eu à esquerda. Um lance de escadas, estilo caracol. Apertei o passo pela primeira vez. A eminência de uma possível perda de contato visual me assustou. Shopping lotado. Pequeno, mas lotado. Sem problemas, ela virou à direita. Dez segundos depois eu também, me preparando psicologicamente para a suada surpresa. Em vão. Ela havia sumido em meio a pequena multidão que se aglomerava na troca de presentes pós-natal. Perguntei para o segurança, segundo as devidas descrições, se ele a tinha visto. “Olha meu rapaz, milhares de pessoas passam por mim todos os dias, e só passam...”. Tive a impressão de que se continuasse a conversa cairia na fossa da angústia existencial. Agradeci e andei como quem procura sabendo que perdeu. Surpresa frustrada, eu frustrado, noite frustrada, mas apenas no começo.



(Lendo essa última frase percebi que passei a impressão de que as coisas piorariam. Meu caro leitor, ignore essa impressão.)



Algum espertinho deve estar se perguntando para que serve o celular nessas horas. Sem dúvida o celular salvaria o dia, estragaria a surpresa, mas salvaria o dia. Isso se a bateria estivesse de bom humor, o que nesses últimos tempos vem se tornando raridade. Chego em casa e telefone. Toco, toco, toco, toco e eu não quero deixar recado na caixa postal. Desisto de tocar a esmo. Idéia genial, ligo para a loja. “Hoje ela foi embora mais cedo para casa”. Isso começa a explicar, as peças vão se encaixando. Telefone de novo. Toco, toco, toco e “ela acabou de sair de casa”. Tentei, até o último minuto tentei. Deixei recado na casa e que as boas intenções me ajudem. Olho para o pijama, que não olha para mim, mas entende que chegou sua hora. Porém, eis que a sorte acena para mim na bina do meu celular: “...Sim, juro, aqui na Vila Madalena, comendo sushi no Komê Sushi”. É, esse foi um daqueles raros momentos em que a vida faz sentido. Ela não só estava no meu bairro como também comendo sushi no restaurante em que eu como! Não falei mais nada, apenas sorri sarcasticamente para o meu pijama e pedi para que ela fingisse que não tinha me avisado onde estava, uma surpresa precisava ser feita...


Veja mais

Do privilégio ao exercício da responsabilidade
Espaço Integração 17 anos
Sustentabilidade em foco
Sobre a atuação da jovem Greta
Desmitificando a hérnia de disco
TV Vagalume: Chorou ganha colo
TV Vagalume: A criança faz parte da tribo família
Bolo improvisado por Natureba TV
Queijo Vegano no Natureba TV
Batata Chips de forno que não gruda
TV Vagalume: Ajudando as crianças a lidar com a raiva
TV Vagalume: A quietude na convivência com as crianças
O que fazer quando a criança faz birra?
Biscoitos de Polvilho Colorido no Natureba TV
Leite de Coco caseiro no Natureba TV
Mousse de Chocolate na NaturebaTV
Naturvin - Cooperativa de Vinhos Naturais
Vinhos libaneses
Vinhos da Provence
Expovinis Brasil 2015

 




Pesquisar




X





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR