TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Agito Cultural Voltar

04/03/2010

Eduardo Araújo - Parte 1


Neste ano de 2010, Eduardo Araújo, também granjeiro, completa 50 anos de carreira artística. Como 50 anos é muita estrada e Eduardo é uma pessoa muito especial, esta matéria será publicada em duas partes. Nesta primeira vamos ver o Eduardo granjeiro, pai, esportista de Aikido e o cidadão. Na próxima semana, você saberá tudo sobre um momento especial que Eduardo esta vivendo que é, neste ano de 2010, a celebração da música em sua vida, uma estrada musical que completa 50 anos!

30 anos de Granjeiro?


1. Como veio morar na Granja? Há quanto tempo? O que você curte da Granja? (lugares, atividades, restaurantes, pessoas...)

Eu sempre tive vontade de morar num lugar tranqüilo onde pudesse dar melhor qualidade de vida para os meus filhos, porém a Sylvinha trabalhava nos estúdios de São Paulo e às vezes ficava até altas horas da noite trabalhando. Tanto eu como a Sylvinha ficamos com vontade de vir logo para a Granja depois de termos visitado vários locais e este era o que mais estava identificado com o que queríamos, mas a estrada, naquela época, era muito ruim e perigosa. Depois, tomamos coragem, vendemos o nosso apartamento no Itaim, alugamos a casa de um amigo na Granja Velha e aos poucos fomos nos acostumando com a estrada que na época não era pista dupla, mas tinha muito pouco movimento e chegávamos rápido em casa. Moramos dois anos nesta casa, mas sabíamos que a Granja, para nós, era para sempre então, em seguida, compramos a nossa casa, onde moro e pretendo ficar até quando Deus quiser. Já estou na Granja há 26 anos e vejo o seu crescimento - cresceu muito – fez perder um pouco do romantismo daqueles tempos em que as ruas não eram asfaltadas, mas por outro lado ganhou o conforto de ter os melhores colégios, os melhores restaurantes e a melhor pizza do mundo a Tal da Pizza (um dos lugares que sempre frequentei com a minha família desde os primeiros dias).

Tenho muitos amigos na Granja Viana, sou uma pessoa muito conhecida e as pessoas me comprimentam e me consideram como um autêntico Granjeiro.

Dos amigos gostaria de citar a Cida, o Bento, o Bira, a Ana Marya, a Maria Rosa, o Felipe Avila, o Ricardo, a Miriam daTal da Pizza e as filhas Cibele e Mariana; a Ângela Miranda, o Nanado, o Ricardo Gril, a Claudinha; o Jean da Academia Energy que é meu personal trainer; o Américo que é o melhor mecânico do Brasil. Quero lembrar dos meus colegas granjeiros: o guitarrista dos Mutantes, Sérgio Dias; a cantora Martinha e os filhos, o Jair Rodrigues, a Clodine, o Jairzinho, a Luciana Mello, o Roberto meu colega de Country e quero falar dos meus amigos do restaurante Cozinha Santo Antonio, D.Cleuza, a Cris, o Argemiro e os funcionários, onde almoço todos os dias uma deliciosa comida caseira, junto com amigos granjeiros como Fernando Faro, Rolando Boudrim, Arnaldo Sacomanni. Aqui na Granja sou amigo de todos e a todos quero muito bem, mesmo os que me encontram casualmente no supermercado, no Armazém do Nicolau, no Restaurante Chinês (Xin-Hua que amo de paixão), na farmácia da Granja e na farmácia do seu Cido, amigos do Posto Shell onde abasteço sempre. Aqui sou feliz e tenho uma grande família.

2. A Granja tá crescendo e até ganhando um Shopping Center ...Você considera que ainda é bom morar aqui?

Eu acredito que o Shopping Center vem completar o que estava faltando. Acho que o progresso deve vir e nós só devemos nos preocupar em preservar o nosso meio ambiente. Se foi preciso cortar uma árvore que se plante cinco novas árvores pelo menos. Manter a Granja verde é nosso dever. Que venha o metrô, que venha o trem-bala, mas tudo com inteligência, um lugar como a Granja Viana perto de São Paulo não existe.

3. Quando me mudei aqui pra Granja em 81, com muita freqüência te via andando à cavalo pelas ruas da Granja. Essa sua paixão pelos cavalos continua? Fale um pouco disso e do haras que soube ser uma das suas paixões.

Naquela época eu morava naquela casa alugada na Granja Velha e tenho um amigo que tinha uma pequena hípica particular ao lado da casa dele - Nilson e sua esposa Maria. Fizemos uma grande amizade que dura até os dias de hoje. Fiz uma cocheira no quintal de casa e trouxe da minha fazenda de Minas Gerais um cavalo de nome Dizimo da Aliança e a gente passeava pela Granja a cavalo e algumas vezes íamos até a Aldeia da Serra e voltávamos. Depois, eu comprei o Haras em Araçoiaba da Serra e agora eu passeio a cavalo por lá. No haras eu tenho um criatório de Anglo-Árabe, de Mangalarga Marchador e de Jumentos Pega. Realmente é uma paixão antiga. Hoje, junto com o meu sócio Ademir Baquetta, estamos reestruturando e reformando todo o Haras e está ficando um beleza.

4. É gostoso “ver” a relação de carinho, admiração e respeito que seus filhos têm por vc. Fale um pouco sobre isso.

Nos éramos, os quatro, muito felizes. Com a falta da minha querida Sylvinha precisamos muito uns dos outros, portanto é muito importante a nossa união. Eu agradeço sempre o carinho de todos para comigo, já que agora somos cinco com o Luciano Araújo (marido da minha filha Mônica ) e o meu netinho Lucas. Eles tem muita admiração por mim e me tratam com muito carinho e respeito.

5. Você pensa em mudar de profissão (rs)? Fiquei sabendo que agora vc é faixa preta. Como é isso?

O AIKIDO veio num momento muito difícil da minha vida e me ajudou a superar a dor que sentia com a partida da minha Sylvinha. Sinto muitas saudades dela, porém o meu Mestre Maruyama e sua esposa Dna. Neuza me receberam no AIKIDO com muito carinho. O AIKIDO hoje é a extensão de minha família. Pretendo, sem pressa, chegar a ser um faixa preta, mas hoje estou na faixa roxa. Nasci cantor e não pretendo mudar de profissão, o AIKIDO para mim é uma filosofia de vida.


Veja mais

Paul McCartney
Um pouco de música ao vivo na Granja Viana
As Palhetas Lost Dog!
Uma História Maluca
Eduardo Araújo - Parte 2
CD Amazônia
Música Digital
A Lei Rouanet e o dinheiro para a Cultura
Equívoco
www.musicosdobrasil.com.br
Uma enciclopédia instrumental

Cabelos de Sansão
Entrevista - Paulo Oliveira
Trópico de Capricórnio
Entrevista com Marcelo Beba
Beba Música
Música nas escolas em todo o país
Musicoterapia
Tiago Araripe
Quero Educação Musical na Escola
Show – Dijohnnyando Alf

 




Pesquisar




X

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR