TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Agito Cultural Voltar

09/06/2010

As Palhetas Lost Dog!


O granjeiro Lufe, que é guitarrista, compositor e professor, também é Designer de Palhetas. Um acessório muito importante para músicos guitarristas, exceto alguns que preferem e usam , na guitarra, a técnica do violão clássico, de tocar apenas com os dedos, como por exemplo o Helio Belmiro e o Fernando Correa.
A palheta, para quem não sabe, é aquela “coisinha de plástico” que o músico segura entre os dedos, e bate nas cordas do violão ou da guitarra para tirar som.

Quando comecei a tocar “na época dos dinossauros” (rs), qualquer coisa servia para palhetar as cordas, desde um palito de fósforo, barbatanas de camisa e até outros pedaços de plásticos que podíamos cortar.

Pelo aspecto conceitual e profissional, o uso da palheta, como tudo, evoluiu e muito. A confecção das palhetas exige estudo e
tecnologia desenvolvidas e, bastante personalizadas, para atender a cada músico que a utiliza. Há músicos que sem uma palheta não valem nada, rs. São músicos que sem as palhetas nada conseguem tocar e acabam reféns de suas próprias técnicas, pois as desenvolveram dependendo do uso das palhetas como Steve Morse e Kurt Rosenwinkel.

Vamos conhecer um pouco sobre o material utilizado, calibre, desenhos e sobre peculiaridades do processo de fabricação da palheta “LOST DOG” que o granjeiro Lufe esta produzindo.

  1. Por que vc resolveu desenhar, fabricar e entrar nesse mercado tão específico das palhetas?

    A palheta é um mundo a parte no universo da guitarra. Existem muitos modelos, materiais e especificações diferentes para atender qualquer músico profissional ou estudante. E também tem um aspecto lúdico de coleção pela possibilidade de impressão. É um espaço único que pode ser encarado como uma tela de pintura para temas artísticos, ou uma mídia para divulgação de marcas, bandas e músicos. Assim, é o trabalho perfeito para um músico-publicitário como eu!

  2. Sei que vc, com um trabalho dedicado e criativo, já distribui as palhetas para lojas no Brasil todo. Como está sendo a aceitação e procura pelo seu trabalho?

    A Lost Dog está há dois anos no mercado e hoje estamos presentes em quase 200 lojas de instrumentos musicais em todo o Brasil. É um trabalho bastante difícil lançar uma marca nova, competir com as tradicionais marcas americanas e causar boa impressão com os lojistas e depois com o consumidor. Mas eu não tenho do que reclamar, acho que o mercado aceitou muito bem nossa proposta. Como músico, eu realmente não tinha noção de como era esse mercado. Conhecia apenas o que São Paulo oferecia e consumia... Hoje eu posso constatar o potencial brasileiro de criar coisas novas em termos de instrumentos musicais. Conheci muito instrumento brasileiro que está de igual para igual para muitas marcas célebres. E o potencial de mercado brasileiro está crescendo ano após ano.

  3. Fale um pouco sobre os modelos, calibragens e cores que vc tem a oferecer para o mercado, para o músico profissional e estudantes da guitarra.

    Hoje a Lost Dog tem mais de 50 modelos diferentes. O que difere uma palheta da outra basicamente são três coisas: material, formato e espessura. Os materiais mais utilizados são o Delrin (um polímero bem resistente) e a celulóide (um dos materiais mais comuns) e outros polímeros como Acetal, Ultem, Nylon, PVC e até palheta fluorescente que brilha no escuro. A palheta tem um formato tradicional chamado de standard, mas formatos especiais triangulares, gota ou "jazz" (triangulo pequeno) também são comuns. E as espessuras variam muito, desde 0.4mm até 2.00mm. Mas existem ainda muitas outras opções de materiais, espessuras e formatos que nós ainda não fazemos. Mas quando o assunto é a impressão, ai as opções são infinitas. Temos modelos em impressão colorida ou uma cor com temas variados esportivos, místicos, terror, femininos, evangélicos etc.

  4. O que é ser um “Endorsee” e quais os benefícios dessa parceria para a empresa e o endorsee?

    As empresas de instrumentos musicais devem estar em contato com o mercado de lojistas e consumidores através de um olhar técnico e profissional do músico atuante. O músico é um formador de opinião muito importante para o fabricante ou distribuidor de instrumentos. Tudo que vai ser lançado no mercado deve passar pelo crivo de gente que atua no mercado, que tem a experiência de dizer o que funciona, o que é melhor ou o que eles esperam do produto. O "garoto-propaganda" da indústria de instrumento deve ser um profissional que realmente gosta e acredita no seu produto pois ele vai defender essa marca no mercado, associar seu nome com essa marca. E a empresa oferece seus produtos para teste e uso dos endorsees e participa na carreira do músico patrocinado ou co-patrocinando seus projetos de workshops, shows, CDs, etc.

  5. Fale um pouco dos seus projetos futuros.

    Além das palhetas Lost Dog, nós distribuímos no Brasil a linha de produtos da empresa americana Clayton que além de palhetas também tem uma linha de manutenção para guitarra com polidores e flanelas especiais, correias de couro e slides de vidro e metal (aquele pequeno cilindro de colocar no dedo, comum para tocar blues). Também desenvolvemos projetos de personalização em palhetas para empresas e músicos. Para o futuro próximo, vamos implantar um sistema de personalização de pequenas quantidades para oferecer nosso trabalho para bandas, escolas de música ou lojas pequenas. E também estamos prospectando o mercado internacional para trazer produtos novos.

Contatos do Lufe:
www.lostdog.com.br
lufe@lostdog.com.br
4702-5564


Veja mais

Paul McCartney
Um pouco de música ao vivo na Granja Viana
Uma História Maluca
Eduardo Araújo - Parte 2
Eduardo Araújo - Parte 1
CD Amazônia
Música Digital
A Lei Rouanet e o dinheiro para a Cultura
Equívoco
www.musicosdobrasil.com.br
Uma enciclopédia instrumental

Cabelos de Sansão
Entrevista - Paulo Oliveira
Trópico de Capricórnio
Entrevista com Marcelo Beba
Beba Música
Música nas escolas em todo o país
Musicoterapia
Tiago Araripe
Quero Educação Musical na Escola
Show – Dijohnnyando Alf

 




Pesquisar




X

















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR