Hora do Planeta toma ruas da Granja

Meninas na Hora do Planeta
 mais fotos:  

Cerca de 100 pessoas - a maioria crianças - anunciou, com uma caminhada à luz de velas, a 4º edição da Hora do Planeta na Granja Viana. Horas antes, esse mesmo grupo se reuniu no Espaço UlaBiná, na Avenida São Camilo, para confeccionar lanternas de material reciclado, iluminadas por velas doadas pela prefeitura.

Comandada pela artista plástica granjeira, Daniela Terracini, a oficina de lanternas teve como objetivo principal envolver a garotada em todo o processo da festa. As peças foram feitas com caixas de papelão metalizado, tipo "longa vida", revestidas com tecido e outros materiais coloridos "Ao confeccionar as próprias lanternas, elas se envolvem mais profundamente com a campanha e usam todos os sentidos enquanto executam o trabalho", explica Daniela.

Com as lanternas nas mãos, por volta de 20h30, crianças, pais e outros granjeiros saíram pelas ruas ao som dos grupos musicais dos projetos OCA (Associação da Aldeia de Carapicuíba - sob a coordenação de Vera de Athayde e do Blec Paulo - e Guaçatom (de Caucaia do Alto), que deram ritmo à atividade. Algumas ruas foram fechadas pelo Demuran para que o grupo se deslocasse com segurança. Moradores, ao ouvirem o som do movimento, saíram de suas casas e se juntaram ao grupo.

Após cerca de 30 minutos, uma chuva rápida determinou que o trajeto fosse interrompido e os participantes voltassem ao ponto de partida, em frente ao UlaBiná. Nem assim o grupo desanimou. A maioria das famílias continuou a noite em restaurantes da região, que ofereceram jantar a luz de velas.

Atividades prévias

A semana que antecedeu a manifestação foi agitada em diversas escolas da Granja. Colégio Rio Branco, no km 24 da Raposo e a escola Teresa Maia no parque São George, por exemplo, promoveram atividades culturais e de conscientização na semana que antecedeu o evento. Criaram desafios para os alunos, promoveram oficinas de arte, entre outras ações.

O Colégio Rio Branco promoveu campanhas de arrecadação de pilhas e baterias, implementou coleta seletiva dentro das salas de aula e promoveu plantação de árvores, entre outras atividades. Já a Teresa Maia desenvolveu projetos distintos conforme a série. Houve confecção de folhetos para distribuir na vizinhança; decoração da escola com trabalho de alunos, compromisso com mudanças de hábitos em casa, reaproveitamento de brinquedos, entre outros com o intuito de a mensagem da Hora do Planeta durar o ano todo.



Veja album de fotos completo no facebook: http://migre.me/dTTWf

27/03/2013

<< voltar

  • Comentários (0)
  • Comente aqui
  • Indicar para amigo(a)
  • Imprimir
Nenhum comentário.

Preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:  Exibir e-mail
Título:
Comentário: 
Seu comentário sobre essa matéria, será avaliado
e publicado no prazo máximo de 48 horas.
SJ8   

Indique esta notícia a um(a) Amigo(a):

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo(a):
E-mail Amigo(a): 

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal