Combate ao contrabando em Cotia  

 mais fotos:  

A Guarda Civil Municipal de Cotia participou de uma operação de combate ao contrabando e à pirataria deflagrada pelo Ministério Público, na manhã desta quarta-feira (29/11), na região central. De acordo com o promotor Ricardo Navarro, a ação resultou em centenas de CD’s piratas e cigarros apreendidos, além da condução à Delegacia de Cotia de cinco pessoas responsáveis pelo comércio destas mercadorias no momento da apreensão.

“A ação tem o objetivo de coibir a prática do contrabando e da pirataria; as cinco pessoas serão liberadas após serem ouvidas pela polícia”, disse o promotor Ricardo Navarro, ao final da operação. Ele explicou que elas devem ser enquadradas no artigo 184 do Código Penal Brasileiro e no artigo 334, da Lei 13008/2014, que trata sobre contrabando. A pena pode ser de dois a cinco anos de reclusão.

A operação foi deflagrada em vários pontos da região central ao mesmo tempo. O comandante da Guarda Civil Municipal, José Roberto Duarte, fez um balanço positivo da operação. “Apesar da ostensividade da ação, não tivemos nenhum contratempo e a operação correu de forma tranquila e segura para todos”, avaliou.

O promotor afirmou que esta foi a primeira ação de outras que devem acontecer com o apoio da GCM. Em ações futuras, outras mercadorias serão alvo das autoridades. “O objetivo não é prender ninguém, é coibir o crime de contrabando e pirataria”, concluiu Ricardo Navarro.

Para Almir Rodrigues, vice-prefeito do município e secretário de Segurança Pública de Cotia, a ação visa desarticular organizações criminosas. "Preservar a integridade do ser humano e combater o crime organizado são as prioridades da Guarda Civil Municipal", declara.

Fotos: Vagner Santos



30/11/2017


Procure também por:

> pirataria
> contrabando
> GCM
> Ministério Público
> Cotia
> Ricardo Navarro
> Almir Rodrigues

<< voltar

  • Comentários (0)
  • Comente aqui
  • Indicar para amigo(a)
  • Imprimir
Nenhum comentário.

Preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:  Exibir e-mail
Título:
Comentário: 
Seu comentário sobre essa matéria, será avaliado
e publicado no prazo máximo de 48 horas.
OLF   

Indique esta notícia a um(a) Amigo(a):

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo(a):
E-mail Amigo(a): 

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal