Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

07/05/2010

Zonas Sul e Oeste

Sozinho no carro, o motorista --pode ser homem ou mulher-- que para seu carro na hora do rush em ruas aparentemente calmas de bairros próximos à marginal Pinheiros é a principal vítima de sequestro relâmpago na capital paulista.


Sozinho no carro, o motorista --pode ser homem ou mulher-- que para seu carro na hora do rush em ruas aparentemente calmas de bairros próximos à marginal Pinheiros é a principal vítima de sequestro relâmpago na capital paulista.

O perfil foi traçado com base nas centenas de casos registrados nos últimos três anos na cidade, segundo o delegado Wagner Giudice, da Delegacia Antissequestro. "São pessoas que estão saindo ou chegando ao trabalho, à academia, que param para falar ao celular, que estão esperando a namorada."

Até então, a polícia acreditava que os alvos preferenciais dos criminosos fossem os motoristas que paravam em um semáforo ou caixa eletrônico ou que saíam de shoppings. "Não é nada disso. A vítima está parada em ruas de pouco movimento e então é levada para a marginal Pinheiros. Por isso, eles escolhem esses bairros [das zonas sul e oeste]."

O sequestro relâmpago é aquele em que a vítima é mantida refém dentro do carro, em geral do próprio veículo, enquanto os ladrões sacam dinheiro de sua conta bancária em caixas eletrônicos ou fazem compras com seu cartão de crédito.

Na lista dos bairros campeões de casos estão, segundo a polícia, Moema, Brooklin, Morumbi, Chácara Santo Antônio e Pinheiros. Também há registro desse tipo de crime em Santo Amaro, Perdizes, Lapa e próximo à av. Luiz Carlos Berrini.

Os crimes ocorrem das 7h às 10h e das 17h às 21h. De acordo com a Polícia Civil, são registradas entre 50 e 60 ocorrências por mês na capital. Há três anos, no entanto, o número chegou a cerca de 150 casos.


Fonte: Folha de S. Paulo





 

Pesquisar



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR