Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

25/09/2009

Notícia - Tráfego intenso

por: Eliane Santos para o Jornal D"aquiO tráfego é intenso e o trânsito já não se instaura apenas em horários de pico ou se restringe somente à Raposo Tavares.


por: Eliane Santos para o Jornal D"aqui


O tráfego é intenso e o trânsito já não se instaura apenas em horários de pico ou se restringe somente à Raposo Tavares. As principais vias da Granja Viana se tornam intransitáveis em horários de pico, ou quando acontece algum imprevisto que dificulte o tráfego. O ponto mais crítico é o cruzamento entre as duas vias, em que não há nenhuma sinalização, semáforo, rotatória ou fiscais do Demutran para organizar um pouco o caos que se forma no local em certos horários.

Funcionários de uma clínica veterinária, que se localiza em frente ao cruzamento, dizem que já presenciaram inúmeros acidentes no local, são batidas leves, mas que acentuam os transtornos vividos diariamente por quem utiliza essas vias.

Em relação a esse cruzamento, o Secretário Adjunto de Obras, Luis Gustavo Napolitano, afirma que está sendo realizado um estudo para encontrar uma solução para este local. "Estamos recebendo o primeiro estudo feito por uma empresa especializada em engenharia de tráfego contratada pela Alphaville Urbanismo, após reunião em que o Prefeito Carlão Camargo exigiu investimentos em função do novo empreendimento de Carapicuíba", afirma Napolitano.

Os problemas nas vias não se restringem apenas ao cruzamento. O trânsito que as pessoas enfrentam diariamente faz com que elas percam a paciência em alguns momentos. "Todos querem sair ao mesmo tempo, já presenciei inúmeras discussões entre os motoristas, o trânsito aqui é terrível, principalmente em horário de saída da Escola Granja Viana", afirma Messias Santos, que trabalha na José Felix há três anos. Para ele, os motoristas deveriam ser mais pacientes, pois pioram consideravelmente a situação.

A maioria das pessoas afirmam que os horários de entrada e saída dos alunos da Escola Granja Viana, que fica na Rua José Félix de Oliveira, são os horários de maior congestionamento, pois as filas são enormes desde a Av. São Camilo. "Acho que a Escola da Granja deveria encontrar uma maneira de os carros não ficarem estacionados na rua, formando fila dupla e atrapalhando demais o trânsito local. Ambas as vias são estreitas, sem sinalização adequada. Foram feitas sem pensar em um crescimento populacional, ou seja, não comportam o número excessivo de veículos, principalmente nestes horários de saída de colégio (horários de pico)", afirma Solange Viana, moradora da Granja Viana.

De acordo com Odete Nakassima, coordenadora pedagógica da Escola Granja Viana, a culpa do trânsito nessas duas vias não é da entrada e saída dos alunos da escola. Alega que realmente no final da tarde dificulta um pouco porque são crianças pequenas que saem e os pais têm que entrar na escola para pegá-las, mas que os portões são abertos às 17h45 e fechados às 18h, são 15 minutos em que a grande maioria das crianças saem da escola. "Não se forma fila na entrada dos alunos pela manhã, pois como eles são maiores, os pais não entram na escola, os deixam nas proximidades", completa Odete.

A coordenadora diz ainda que o que a escola podia fazer para amenizar o trânsito no local já fez, que é a área de embarque e desembarque dentro de suas dependências. Para ela, existem vários problemas nessas vias: o cruzamento onde deveria ter uma rotatória; a falta de transporte urbano de qualidade no local; a falta de ruas alternativas, pois com todo o desenvolvimento que chegou vieram os bolsões residenciais e as ruas foram se fechando. "Não existe o culpado, é um crescimento urbano sem planejamento, não dá para falar que a Escola da Granja é a culpada", finaliza.

Luis Gustavo Napolitano afirma que o Secretario Adjunto de Trânsito, Silvio, já conhece o problema e tem seus estudos para decidir o melhor para a Granja Viana. Afirma ainda que a Secretaria de Transporte e Trânsito está fazendo um estudo para melhorar o trânsito na cidade e dá exemplo da Rua Santo Antonio, na Granja Viana, que foi sinalizada e proibido o estacionamento em um dos lados, o que organizou o trânsito no local.

Thomas Glatzel, mora na Granja há cinco anos e reclama do trânsito na Raposo, mas também do trecho que vai de sua casa até a Rodovia. O morador acha que o trânsito está se complicando cada vez mais, pois o bairro cresceu, inúmeros novos condomínios chegaram e a infraestrutura continua a mesma do passado. "Duplicar a Av. São Camilo apenas no trecho do novo condomínio (Alphaville Granja) não adianta, é um absurdo. Por que não duplicar até a Raposo? É um quilômetro a mais", questiona Glatzel.

A Rua José Félix de Oliveira possui vários problemas de infraestrutura e um dos maiores é a falta de estacionamento. A comerciante Mônica Carvalho trabalha há seis meses na Rua José Félix e além de reclamar do cruzamento com a São Camilo também reclama dos caminhões que param para descarregar mercadorias no comércio local. Segundo ela, os veículos estacionam em qualquer lugar e acabam dificultando o tráfego e ocasionando acidentes. Quanto às vagas para estacionamento, Napolitano afirma que a Secretaria de Habitação exige algumas vagas em função da metragem quadrada.

O problema é que a falta de infraestrutura não se restringe apenas à falta de estacionamento, para os pedestres as coisas também não são fáceis, pois não há faixa para a travessia nessas vias ou semáforos nos cruzamentos. Com isso, quando não tem trânsito os carros trafegam em alta velocidade e os pedestres se colocam em risco ao atravessar a rua, pois não há espaço para eles nessas vias. As calçadas, que em muitos trechos são precárias, são tomadas por carros estacionados, e como o espaço é pequeno, não sobra lugar para os pedestres.

De acordo com Napolitano, a Prefeitura já sinalizou muitas ruas este ano. "Apesar da cidade ser enorme, o Prefeito tem se empenhado junto ao Claudio Olores, Secretário de Transportes e Trânsito, para sinalizar a cidade por completo", finaliza.

Fotos: Ligia Vargas / Jornal D"aqui








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR