Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

14/07/2016

Notícia - Rua Zurique, calçadas pra que te quero!

Fazer a calçada diante do imóvel é obrigação do proprietário, mas cabe à prefeitura marcar o alinhamento, o espaço entre o meio fio e o muro.


fiogf49gjkf0d

Fazer a calçada diante do imóvel é obrigação do proprietário, mas cabe à prefeitura marcar o alinhamento, o espaço entre o meio fio e o muro. Também cabe a ela estabelecer o padrão das calçadas que determinará o modelo a ser seguido por todos os proprietários. O código de obra deve conter medidas padrão como: especificação do espaço para arborização, tipo do piso, entrada de carro, espaço adequado para o mobiliário urbano, como lixeiras, caixa de correio, ponto de ônibus e iluminação pública (postes). 

Face a essas diretrizes e tendo em vista a pavimentação em andamento da Rua São Luís e sua continuação a Estrada Zurique (ruas paralelas à Av. São Camilo), os grupos Transition GVMDGV e SOS Calçadas acreditam que este possa ser um bom momento para que os moradores dos imóveis aí localizados aproveitem para transformá-las em “ruas modelos” da Granja Viana. Para que isso aconteça, o asfaltamento deve ser acompanhado paralelamente por um "projeto para calçadas", a ser desenvolvido em consonância com o alinhamento e definição feitos pela Prefeitura. 

A ideia do Transition de torna-las "ruas modelos" da região parte da constatação de não haver na Granja calçadas adequadas, cujas normas de construção nunca foram seguidas. O grupo pretende aproveitar esta oportunidade para sensibilizar e mobilizar os moradores para a importância desta ação e convidá-los a participar das mudanças, construindo calçadas padronizadas, com acessibilidade e quem sabe até ciclo-faixas.

Sociedade Civil e Poder Público juntos

A região da Granja Viana está crescendo e mudando rapidamente e esse é o momento para mostrar que a parceria da sociedade civil com o poder público pode ser possível e eficaz e trará benfeitorias que só enriquecerão a região.

Segundo Cristiano Freitas, subsecretário da Regional da Granja Viana, o projeto de asfaltamento da Zurique já contempla o estudo das calçadas e após esta primeira fase, que prevê a drenagem da rua e construção de guias e sarjetas, as calçadas já poderão ser construídas. A prefeitura está formalizando um estudo da obra no local, que será enviado aos grupos assim que for concluído.

Algumas leis e regras para a construção de calçadas adequadas

Uma calçada de 1,5 metros é uma boa calçada. Entretanto precisa seguir a padronização, pois se o morador resolver iniciar a entrada da sua garagem pelo meio fio, a calçada ficará com um degrau. Isto é, uma calçada propícia para acidentes. Para a entrada da garagem o morador deve utilizar o recuo, que é a distância entre o muro e a casa. 

O recuo deve constar na planta e seu padrão é verificado no momento da aprovação da planta. Não se pode deixar tudo por conta do morador, porque aí acontece o que vivemos hoje na Granja: calçadas diminutas, lixeiras no meio da calçada, postes em posição que incomodam o pedestre, verdadeiros precipícios para mulheres grávidas, deficientes físicos, criança pequenas, idosos e pessoas com deficiência visual. 

Para mudar esta realidade é de fundamental importância incluir o código de obra no item calçada. A obrigação de construir é do proprietário seguindo uma regra padrão, inclusive do tipo de piso, não se esquecendo dos proprietários que azulejam a calçada, com material escorregadio. O código de obra deve ser seguido, assim como a fiscalização e multa para os que não cumprirem as leis.

Boas práticas na Vila Pompéia, em São Paulo

A iniciativa Calçadas Verdes e Acessíveis mudou o cenário de algumas ruas da Vila Pompéia, em São Paulo. O projeto de recuperação e padronização das calçadas começou a ser implantado em 2007 e contou com o apoio da Appa (Associação Pompéia de Preservação Ambiental) e com a parceria da ONG Universidade da Água. Clique aqui para saber mais sobre esta iniciativa.

Fotos: Adi Leite


 










 

Pesquisar

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR