TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

24/09/2012

Prefeitura explica

Por Karen GimenezAs faixas de pedestres pintadas recentemente na Granja Viana, ao mesmo tempo em que possibilitaram uma travessia mais tranquila, levantaram algumas dúvidas sobre os locais em que foram colocadas.


Por Karen Gimenez

As faixas de pedestres pintadas recentemente na Granja Viana, ao mesmo tempo em que possibilitaram uma travessia mais tranquila, levantaram algumas dúvidas sobre os locais em que foram colocadas. As principais questões recebidas pelo Site da Granja são referentes a três delas: na Avenida São Camilo próximo ao Vila da Mata e ao entroncamento com a Rua José Félix de Oliveira e também na própria José Félix, nas proximidades do Supermercado Serrano.

Para sanar as dúvidas sobre que elementos foram levados em conta na escolha dos locais exatos das faixas, o Site da Granja conversou com o diretor do Demutram/ DSV (Departamento Municipal de Trânsito/ Departamento de Operação do Sistema Viário), Paulo Vicente dos Santos.

"Nem sempre o local idealizado pelos pedestres para a colocação de uma faixa é o mais seguro. E entre comodidade e segurança temos de optar sempre pela segurança, pois esse é o principal objetivo da instalação de uma faixa para travessia de pedrestres", explica. Veja o que o especialista esclarece sobre os três locais em questão:

Avenida São Camilo, nas proximidades do Vila da Mata

A solicitação inicial da população era que a faixa fosse instalada em frente ao complexo Vila da Mata devido ao movimento no local causado pelos estabelecimentos ali presentes. A mesma foi pintada mais adiante por ali ser um local de intenso tráfego e com duas guias rebaixadas. "Tivemos de fazer um estudo detalhado naquele local, que além do Vila da Mata conta com um condomínio comercial em frente, um posto de gasolina e vários outros complexos comerciais, inclusive com garagens subterrâneas. Optamos então pelo ponto em que os carros pudessem ver melhor os pedestres e vice-versa e que, em caso de travessia tivessem condições mais seguras de parar para dar passagem ao pedestre. Daí a faixa ter sido deslocada para adiante.

Faixa nas proximidades do Supermercado Serrano

Não é um local que ofereça tanto risco como as proximidades do Vila da Mata. O fluxo de carros é menor mas, mesmo assim, diante dos locais possíveis optamos por aquele de maior visibilidade tanto de pedestre quanto dos motoristas e onde os carros trafegam mais devagar.

Entroncamento entre a Avenida São Camilo e a Rua José Félix

Segundo o diretor do Demutran, esse é o ponto mais complicado dos três. "O local tem tráfego muito intenso e é uma situação que deve piorar quando alguns empreendimentos de Carapicuíba estiverem funcionando a pleno, como o Alphaville Granja Vianna. Provavelmente serão necessárias medidas adicionais na região, mas ainda não conseguimos defini-las por dois motivos: primeiro porque ainda estamos estudando os impactos futuros dos novos empreendimentos. Segundo, porque estamos falando de uma área que atinge dois municípios - Cotia e Carapicuíba - em que o mais afetado é Cotia. Isso porque todo o escoamento de tráfego vai em direção à Raposo Tavares e não em direção ao centro de Carapicuíba. A faixa novamente foi colocada no local mais seguro dentro das opções possíveis, mas ainda estamos estudando outras medidas para a região levando em conta os aspectos que já citei"

Outras medidas

O diretor do Demutram finalizou dizendo que a Prefeitura Muncipal de Cotia também está avaliando melhorias em dois pontos: a praça em que ficam os pontos de ônibus no km 21, perto do limite entre Cotia e Osasco e na Estrada de Caucaia, cujo trânsito - que já é intenso - deve se tornar ainda mais complexo com a construção do Distrito Industrial São José 2 no município de Vargem Grande. "Nesses dois casos sofremos novamente os impactos de outros municípios. No km 21 há o problema dos caminhões de Osasco. Cotia pela sua localização e por ser cortada pela Rodovia Raposo Tavares se torna ponto de destino de veículos dos municípios vizinhos. Temos de, em qualquer medida, levar em conta ações e projetos que o Município de Cotia não consegue daí os estudos serem mais complexos e às vezes um pouco mais demorados" finaliza

As faixas de pedestres pintadas nos últimos meses são o resultado de um projeto chamado SOS Pedestres, protagonizado pelo Transition Towns Granja Viana (TGV) com o apoio do Site da Granja e que, no fim do primeiro semestre obteve mais de 700 assinaturas em prol da colocação de faixas de pedestres na Granja Viana.








 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR