TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

06/02/2009

Prefeitura cobra agilidade da SABESP

O prefeito Carlão Camargo convocou o vice Moisezinho e parte do secretariado municipal para uma reunião com diretores da SABESP, na manhã desta quinta-feira (5).


O prefeito Carlão Camargo convocou o vice Moisezinho e parte do secretariado municipal para uma reunião com diretores da SABESP, na manhã desta quinta-feira (5). O encontro aconteceu no Gabinete da Prefeitura de Cotia e contou com a presença do superintendente Milton Oliveira, que apresentou os planos da companhia para a cidade.
A diretoria da SABESP assumiu que o maior problema enfrentado em Cotia refere-se à coleta e tratamento de esgoto. "Temos consciência de que o sistema de esgoto está aquém do ideal", destacou Milton. Para reverter isso, ele apresentou a todos os participantes da reunião o plano de investimentos da companhia até 2018. "Vamos universalizar o acesso da população ao abastecimento de água e à coleta e tratamento de esgoto em 9 anos", garantiu.

Atualmente, 39% do município tem coleta de esgoto, sendo que dessa porcentagem, 33% é tratado. Quando a referência é todo município, os números são menos expressivos: apenas 6% do esgoto gerado em Cotia é tratado pela companhia, o que compromete a saúde pública e o meio ambiente.

A companhia informou que até 2008, investiu R$ 79.700.000 em obras de saneamento básico. Os planos para os próximos anos são divididos em etapas: até 2013, a previsão de investimentos chega a R$ 28.000.000, totalizando 70% do município com coleta e tratamento de esgoto; e até 2018, a previsão é investir R$ 10.300.000, com obras que vão garantir 100% do esgoto coletado e tratado.

As construções de redes coletoras e estações de tratamento priorizam a região central de Cotia e deixam Caucaia para a última etapa, o que desagradou o prefeito e o vice. "Estamos 10 anos atrasados, pois em 1998 vocês fizeram a mesma proposta. Em toda minha vida pública, nunca vi resultados de saneamento básico em Caucaia do Alto. O serviço é uma concessão, mas nós é que somos cobrados pela população, por isso, precisamos de uma atitude mais firme por parte da SABESP", reclamou Moisezinho. Carlão concordou com a observação e foi enfático: "Cotia está muito atrasada. Precisamos antecipar esse trabalho, pois o mau serviço prestado na área de saneamento é a principal reclamação da população".

De acordo com o prefeito, a empresa arrecada muito, mas investe pouco no município. Ele mencionou que a Prefeitura desenvolverá um Plano de Saneamento Básico até junho deste ano e mostrará neste documento que há condições de fazer mais pela cidade. "No próximo ano, vamos rever o contrato de concessão da SABESP e eu sou sincero em dizer a vocês que queremos um plano prático, com obras num prazo menor. Não podemos deixar a população esperando até 2018".

Carlão pediu ao superintendente que transmita ao presidente seu descontentamento com os planos apresentados. "Vamos sentar novamente para rediscutir essas propostas. Precisamos de melhores condições para renovar o contrato. Não posso deixar a população de Cotia com esse sentimento de insatisfação em relação ao saneamento básico. Quero planos em prazo mais curto; fui eleito por 4 anos, por isso, quero saber de que forma vou melhorar a vida dos moradores neste período".

Além dos investimentos em estações coletoras e de tratamento de esgoto a médio e longo prazo, a SABESP anunciou melhorias a curto prazo nas regiões do Atalaia e Caputera. O superintendente garantiu que até abril, estarão concluídos serviços que colocarão fim às constantes faltas de água nesses bairros.










 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR