Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

27/01/2010

Notícia - Prefeitura anuncia

O prefeito Carlão Camargo informou na tarde desta quarta-feira, 27, que a cidade de Cotia está em situação de emergência.


O prefeito Carlão Camargo informou na tarde desta quarta-feira, 27, que a cidade de Cotia está em situação de emergência.

Desde o início da temporada de chuvas, foram registrados 127 famílias desabrigadas, 802 famílias assistidas, 19 pontos de alagamento, 46 pontos de deslizamento e 16 pontes submersas.

Ao declarar situação de emergência, a prefeitura fica autorizada a tomar decisões urgentes, auxiliando ainda mais as pessoas das áreas afetadas. O prefeito também buscará apoio estadual e federal para melhorar o atendimento às vítimas e executar obras que minimizem as inundações.

Vários são os motivos dos alagamentos na cidade. A vazão das águas da represa da Graça (conhecida como Barraginha) está muito acima do normal. No dia 19 de janeiro, a vazão da Barraginha era de 3.600 l/s. Dois dias depois, no dia 21, de acordo com a Sabesp, foi registrada vazão de 11.300 l/s, quando o normal seria 2.800 l/s.

Parte do rio está assoreada por vegetação e lixo jogado indevidamente pela população em ruas, bueiros e córregos. Além disso, o rio Cotia deságua no rio Tietê e com a inundação em São Paulo, todos os córregos e rios de Cotia não têm para onde escoar e ficam com volume de água muito acima do normal, causando alagamento em algumas regiões.

O prefeito Carlão Camargo reuniu-se com seu secretariado na segunda, 25, para determinar ações mais efetivas tanto de atendimento de desabrigados como de medidas de contenção em áreas de risco.

Na terça, 26, reuniu-se com o representante da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Capitão Kasai, para solicitar apoio nas ações de emergência desenvolvidas na cidade.

Segundo a prefeitura, o pedido de apoio já rendeu resultados à cidade. No final da tarde, chegaram três caminhões à cidade com 500 colchões, 500 roupas de cama, 500 cobertores, 200 cestas básicas, 200 kits de limpeza de 200 kits de higiene.

A Sabesp também colocou à disposição do município um caminhão auto-vácuo para limpeza de bueiros e bocas de lobo. O equipamento será utilizado nos próximos dias para desobstruir alguns pontos da cidade, evitando inundações.


Conheça as ações propostas pela prefeitura:


- Remoção dos moradores das Áreas de Risco - transferência de famílias que estão em áreas de risco para locais mais seguros.

- Combate às invasões de áreas mananciais e aos aterros clandestinos

- Aumento da Fiscalização - as áreas mais atingidas por alagamentos são as casas construídas irregularmente nas margens dos rios. A prefeitura deverá ampliar o número de fiscais para evitar novas ocupações em rios, morros e áreas que oferecem risco de enchente ou deslizamento.

- Central de Doações - a prefeitura vai centralizar as doações às vítimas dos alagamentos. Quem quiser colaborar poderá entrar em contato pelo telefone: 4614-0663.

- Educação Ambiental - será criado um projeto especial de educação ambiental nas escolas municipais. O objetivo é mostrar aos alunos a extensão do rio Cotia, os problemas causados pelo lixo jogado indevidamente nas ruas e conscientizar os pequenos acerca dos problemas das ocupações irregulares.

- Ações de infra-estrutura - deverão ser executadas depois que as chuvas cessarem. Já está definido que todas as pontes passarão por revisão da parte estrutural e há projetos específicos para cada área que sofreu alagamento. O prefeito Carlão também terá reuniões esta semana, a fim de tentar liberar mais rapidamente as verbas do programa Pró-Vicinais, para recuperar estradas como Aldeia, Morro Grande, Capuava, Embu, etc.

- Manutenção e Tapa-Buracos - a Secretaria Municipal de Obras deverá iniciar um grande programa de limpeza de bueiros, manutenção de ruas e tapa-buracos.

Medidas a longo prazo

- Córrego Limpo - a prefeitura quer retirar dos córregos toda interferência indevida, tais como lançamento de esgotos e águas servidas, lixo, etc; desobstruindo galerias e fazendo contenção das barrancas dos córregos com muros de gabiões ou assemelhados.

- Plano de macrodrenagem - Plano de Manejo Sustentável das Águas Pluviais, auxiliado pela Sabesp, que envolve vários municípios contínuos da região metropolitana. Os estudos hidrológicos para desassoreamento do rio Cotia também já estão prontos e o processo licitatório está em andamento, devendo os serviços se iniciarem em abril deste ano.

- Apoio federal - a prefeitura se antecipou à temporada de chuvas e solicitou R$ 44 milhões de recursos ao Governo Federal, para investir em obras do Programa de Prevenção e Preparação para Emergências e Desastres. O pedido continua tramitando em Brasília e contempla um mapeamento completo de 22 áreas de risco da cidade.

- Ponte do Morro Grande - o Governo Federal irá financiar a reconstrução da ponte e a pavimentação da Avenida das Cruzadas.








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR