Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

25/06/2012

Notícia - Polo Ecoturístico

Um projeto de manejo e preservação do paraíso ecológico mais próximo da Granja VianaEm 18 de Junho último, o Dr.


Um projeto de manejo e preservação do paraíso ecológico mais próximo da Granja Viana


Em 18 de Junho último, o Dr. Laércio Leite de Camargo - ex Secretário de Meio Ambiente de Cotia e atual coordenador do Projeto Polo Ecoturístico da Reserva do Morro Grande, a convite do MDGV, proferiu uma palestra sobre essa reserva apresentando não apenas suas características históricas e geográficas, mas também uma proposta de manejo e preservação.

A região, que historicamente era de pequenos agricultores e sitiantes que no século XIX produziam hortaliças, passou a fornecer água a São Paulo com uma adutora que até hoje passa pelo município de Embu, entra pela Cidade Universitária e vai até a avenida Paulista, com água de qualidade excepcional pela localização de suas nascentes ainda não contaminadas . As represas da Graça e Pedro Beicht fornecem água para cerca de 500 mil pessoas na cidade de São Paulo.

Localizada entre diversos municípios como Cotia, Vargem Grande Paulista, Embu, a reserva tem 10.660 hectares de mata nativa e preservada, um paraíso ecológico que compõe o chamado Cinturão Verde da Grande São Paulo e vem sendo estudada por diversas universidades paulistas no projeto Biota.

Em 20 de junho de 1981, foi assinada a Resolução 02 de tombamento da Reserva Florestal do Morro Grande pelo CONDEPHAAT, que a considerou "ecossistema digno de ser preservado".

Mas a sempre crescente demanda vem exigindo esforços para que essa qualidade se mantenha e o local possa ser sustentado com toda a diversidade e riqueza e para que a população se beneficie e entenda a necessidade de sua preservação. Hoje, várias situações a ameaçam: ocupações irregulares, ampliação da estrada de ferro, uso de lazer predatório e sem controle nos finais de semana e outras, que mostram rastros de lixo e até algumas queimadas.

A proposta do polo ecoturístico prevê a utilização das trilhas já existentes e a recuperação das casas para fins culturais, da igreja N.S.das Graças com sua arquitetura original e do posto de saúde, para que a população tenha lazer, saúde e cultura.

O projeto propõe uma ação governamental afinada com a proposta "Pacto Oeste - Água e Cultura " , como Unidades de Referência para o planejamento da Qualidade de Vida e Desenvolvimento Sustentável de toda a Região da Metrópole de São Paulo, elaborado pelo Coletivo de Entidades Ambientalistas GoVerde no qual se pleiteia a atenção do sistema de gestão das bacias hidrográficas para as Unidades Água e Cultura por serem respectivamente a base da vida e do bem viver.

Atuando nessas duas frentes, a sociedade poderá cuidar do desenvolvimento sustentável com harmonia entre homem e natureza, podendo diminuir os efeitos já sentidos das mudanças climáticas, e ao mesmo tempo criando condições para responder de forma positiva às outras necessidades de natureza econômica, tão importantes quanto as de cultura e lazer.

Com a implantação de um polo ecoturístico na Reserva do Morro Grande, segundo Dr Laércio poderemos minimizar um cenário de problemas e dar maior atenção à humanização que vai além da visão meramente técnico/econômica, respondendo de forma mais positiva às questões do bem -viver .

Por Heloisa Reis do MDGV








 

Pesquisar

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR