TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

02/02/2011

Olhar Turístico:

No início do séc.


No início do séc. XVI descobriram este lugar entremeado de ilhas e braços de mar, que serviram de barreira contra a atividade de pirataria freqüente por aqui no período colonial.

Morro de São Paulo é alcançado via Catamaran que parte de Salvador, em frente ao Mercado Modelo. Um arco em pedra e um píer são os portais de entrada na ilha que é composta por quatro praias (1, 2, 3 e 4) chamadas assim mesmo. As ruas são de areia em todo o povoado, lotado de pousadas de italianos, argentinos e brasileiros onde freqüentam turistas que não exibem senão seus próprios corpos. Não trafegam carros na ilha e todos andam pelas ruas estreitas junto aos nativos que carregam malas, cadeiras e prestam serviços nos hotéis.

Interessante conseguir um guia (existem muitos garotos aptos) para fazer um passeio que vai ao lado continental da ilha, até a praia da Gamboa. Sem dúvida o lado mais tranqüilo da ilha, com falésias de lama medicinal, estruturas de pesca da aldeia de pescadores locais e a possibilidade de dar a volta pela areia até a praia do Forte. Os visitantes podem explorar tanto o forte quanto mergulhar em suas águas próprias para a prática, mesmo sem equipamentos.

A alimentação é variada, pois apesar dos pratos típicos baianos, existem muitos restaurantes tocados por estrangeiros que trazem seus conhecimentos gastronômicos para as mesas deste paraíso.

A Primeira Praia é a mais urbanizada, onde os visitantes podem realizar atividades náuticas e onde está a maioria dos restaurantes e pousadas.
A Segunda Praia, mais agitada é onde se realizam os encontros de final de tarde e onde os turistas vêem e são vistos na areia.

A Terceira Praia onde fica a Ilha de Caitá é o paraíso do mergulho, já um pouco mais sossegada que as outras duas faixas de areia da ilha.

Da Quarta Praia só se ouve a brisa e o mar, serpenteado por uma barreira de corais, povoada de muitas espécies que convidam a ser apreciadas em uma tarde livre.

Daí em diante, o mar e as praias desertas parecem não ter fim. Pode-se cavalgar na areia, e contratar um transporte bem rústico para ir adiante, em meio às fazendas de côco, até a Praia do Encanto e o paraíso na Terra chamado Guarapuá.

Aqui, apenas quatro quiosques bem aparelhados ocupam a praia. Guarapuá é linda e deserta, mas recebe a visita de embarcações durante o dia. De lá chega-se a Pratigi. Sem comentários, uma das mais belas do Brasil. Sem estrutura, dispõe apenas das belezas de Deus.

A Costa do Dendê, como é conhecida esta região turística do litoral baiano, deixa saudades e pode ser considerada, um dos melhores destinos turísticos do país.

Para continuar litoral abaixo, os visitantes podem descer o Rio do Inferno, que é de uma beleza tropical inesquecível, até Valença. De lá, bora até Itacaré.

Por Olhar Turístico








 

Pesquisar



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR