TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

20/03/2012

Morre o geógrafo

O pesquisador Aziz Nacib Ab"Saber, um dos maiores especialistas brasileiros em geomorfologia do Brasil e referência em assuntos relacionados ao meio ambiente e impactos ambientais, morreu nesta sexta passada, aos 87 anos, de enfarte, em sua casa na Granja Viana.


O pesquisador Aziz Nacib Ab"Saber, um dos maiores especialistas brasileiros em geomorfologia do Brasil e referência em assuntos relacionados ao meio ambiente e impactos ambientais, morreu nesta sexta passada, aos 87 anos, de enfarte, em sua casa na Granja Viana.

Professor emérito da FFLCH-USP, Aziz dedicou décadas a investigar fenômenos relacionados com ecologia urbana, proteção de biodiversidade, paleoclimas e paleoecologia e patrimônio ambiental, entre outras áreas científicas. Recebeu diversos prêmios em todo mundo, entre eles, em 1997 e 2005 ganhou o Prêmio Jabuti na categoria ciências humanas e, em 2007, na de ciências exatas. Em 2001, recebeu o Prêmio para Ciência e Meio Ambiente da Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura).

Autor de mais de 300 trabalhos acadêmicos e considerado referência da Geografia em todo o mundo, Aziz é autor de estudos e teorias fundamentais para o conhecimento dos aspectos naturais do Brasil. Presidente de honra e ex-presidente e conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), nos últimos meses, visitava toda a semana a entidade por conta da realização do terceiro volume da coleção Leituras Indispensáveis, ainda a ser publicado. Inclusive, no dia anterior a sua morte, disposto como sempre, fez sua última visita à SBPC, em São Paulo. Na ocasião, entregou sua obra consolidada, de 1946 a 2010, em um DVD, para ser entregue a amigos, colegas da Universidade e ao maior número de pessoas, incluindo aos estudantes presentes nos eventos da SBPC.

Apesar da idade, Aziz continuava bastante ativo e polêmico. Em várias oportunidades se mostrou contrário ao alarmismo em torno do aquecimento global, reforçando seu aspecto natural. Foi contra a mudança do Código Florestal no Brasil, criticando a ausência, no texto, de todo o zoneamento físico e ecológico do País, "como a complexa região semi-árida dos sertões nordestinos, o cerrado brasileiro, os planaltos de araucárias, as pradarias mistas do Rio Grande do Sul, conhecidas como os pampas gaúchos, e o Pantanal mato-grossense. Na ocasião, ele chegou a defender a criação do Código da Biodiversidade para contemplar a preservação das espécies animais e vegetais", lembra o texto da SBPC.

Muito querido no meio acadêmico e por seus alunos, inclusive eu, que tive a honra de ser sua aluna, na USP, Aziz morava na Granja desde 1972 e recebia, gentilmente, a todos que o procuravam para falar sobre seus trabalhos em Geografia, ou para um simples bate-papo. No livro O que é ser geógrafo - Memórias profissionais de Aziz Nacib Ab´Saber, ele conta de forma simples e agradável a sua trajetória profissional. Muito querido no meio cientifico e universitário, segundo o SBPC, poderia ser definido assim: um oceano de informações, num deserto de vaidade pessoal.



Por: Angela Miranda








 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR