TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

07/01/2010

Estrada desmorona

Nesta quarta-feira o desabamento de uma parte da Estrada Velha de Cotia, entre a Estrada do Embu e a Estrada do Capuava, na Granja Viana, assustoumotoristas e comerciantes.


Nesta quarta-feira o desabamento de uma parte da Estrada Velha de Cotia, entre a Estrada do Embu e a Estrada do Capuava, na Granja Viana, assustoumotoristas e comerciantes. Entre as hipóteses, está a do rompimento de uma adutora da SABESP, que teria pressionado o talude construído pelo atacadista, provocando deslizamento de terra. O incidente causou corte no abastecimento de água da região e interdição do prédio do Assai.

Adutora rompe e abre buraco na Estrada Velha de Cotia

No meio da tarde, um funcionário do hipermercado Assai entrou em contato com a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SETTRANS) relatando que haviam aparecido fissuras no talude que circunda a área do estabelecimento.

Indo ao local, o secretário-adjunto Silvio Leme solicitou o comparecimento do Secretário de Obras, Antonio Melo, e da Defesa Civil, comandada pelo Sargento José Rafael Miguel, tendo a via sido interditada. Acionado, também foi ao local o Secretário de Habitação, José Lopes Filho, que solicitou a desocupação da empresa Tecnoestamp, para evitar maior perigo.


Desabamento de parte da Estrada Velha de Cotia

Na manhã desta quinta-feira (7/1), os secretários de Obras, Habitação, Transportes, juntamente com o comandante da Defesa Civil e engenheiros de Obras e Habitação reuniram-se com representantes do hipermercado Assai e técnicos da SABESP a fim de discutir as ações para solucionar o problema.

O superintendente da Unidade de Negócios Oeste da SABESP, engenheiro Milton de Oliveira, informou que a SABESP tomará algumas medidas para evitar novos desmoronamentos e fará uma vistoria técnica para avaliar a real causa do problema.


A lama invadiu o estacionamento do Assai

Os secr. de Obras, Habitação, Transportes, o comandante da Defesa Civil e engenheiros reuniram-se com representantes do Assai


Durante a reunião, ficou decidido que a concessionária., em parceria com a Prefeitura, adotará algumas medidas emergenciais, como construção de uma barreira de concreto na estrada do Capuava para desviar o curso das águas das chuvas (a fim de evitar que as águas caiam na cratera) e obras para aliviar o talude como um todo. "A Prefeitura dará todo suporte técnico e acompanhará as obras executadas pela SABESP e pelo ASSAI. Ambos farão serviços no local", explicou José Lopes. O Assai fará reforço do talude e a SABESP iniciará serviços imediatamente, a fim de evitar que o restante da rua sofra novos desmoronamentos.

Enquanto esses serviços são executados, o hipermercado continuará interditado. "Em alguns dias, poderemos reavaliar as condições técnicas e, possivelmente, fazer a desinterdição parcial do prédio. Mas a Prefeitura só autorizará o funcionamento se tivermos certeza que não risco para as pessoas", destacou o secretário de Habitação.

Os secretário Antonio Melo (Obras) e José Lopes (Habitação) protocolaram pedido ao prefeito para criação de comissão para averiguar causas, danos e prejuízos que o incidente acarretou para a municipalidade. O prefeito deverá nomear comissão formada por técnicos das Secretarias envolvidas, a qual deverá apresentar suas conclusões em 60 dias.

Fotos Ligia Vargas









 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR