TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

10/02/2011

Emprego Aqui:

O aquecimento econômico vivido no Brasil nestes últimos anos trouxe consigo um crescimento surpreendente na oferta de empregos, e ao mesmo tempo, a incômoda constatação de uma mão de obra farta, porém altamente desqualificada para os mais diversos cargos demandados pelo mercado.


O aquecimento econômico vivido no Brasil nestes últimos anos trouxe consigo um crescimento surpreendente na oferta de empregos, e ao mesmo tempo, a incômoda constatação de uma mão de obra farta, porém altamente desqualificada para os mais diversos cargos demandados pelo mercado.

Nossa região não está fora desse quadro. Com os crescentes investimentos comerciais na Granja Viana, o mercado de trabalho local também aumentou muito a sua demanda por mão-de-obra qualificada. As dezenas de lojas e estabelecimentos abertos recentemente, ou mesmo os que já estão aqui há anos, demandam profissionais habilitados e que morem nas redondezas, de modo a reduzir o deslocamento de trabalhadores, evitar atrasos em função do trânsito da Raposo e diminuir gastos com transporte.

Para promover a qualificação de profissionais como esses, o Site da Granja está iniciando uma série de matérias sobre alguns centros de capacitação profissional na região, voltados para a população de baixa renda, além de escolas técnicas particulares e empresas da região que oferecem treinamento para seus funcionários. Se você conhece algum desses estabelecimentos, deixe seu comentário nesta matéria, que realizaremos uma matéria no local para incluir nesta série.

No início deste mês, coincidentemente, tivemos a oportunidade de entrevistar um candidato para uma vaga de webdesigner, e ficamos impressionados com seu grau de capacitação profissional. Ele nos contou ter sido aluno do Cepro, o Centro Profissionalizante Rio Branco, localizado nas dependências do Colégio Rio Branco em Cotia. É por aqui que começamos então nossas matérias. O Cepro - Nossa reportagem esteve no local e conversou com a coordenadora Susana Penteado. Segundo Susana, o Cepro capacita seus estudantes de acordo com a Lei 1097/200, mais conhecida como Lei do Aprendiz, e foi reconhecido por isso no ano passado, quando ganhou o Selo Parceiros da Aprendizagem 2010.

Fundado em 1946 como Lar Escola Rotary, o Cepro surgiu na Granja antes mesmo do próprio Colégio Rio Branco, em um terreno doado por Niso Vianna que hoje abriga as instalações da Fundação de Rotarianos de São Paulo e suas instituições educacionais. Naquela época, a demanda era por profissionais do campo, ou seja, pessoas para trabalhar na agricultura, principal atividade econômica da região. Conforme o tempo foi passando, a demanda mudou. Hoje, os alunos são habilitados em língua portuguesa, matemática, informática e noções administrativas e de atendimento, além de instruídos em questões como postura, comprometimento, iniciativa, atitude.

Hoje em dia, o Cepro capacita jovens do ensino médio da rede pública para trabalhar em empresas da Granja e imediações: o CMDCA - Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - certificou o Cepro para fornecer mão-de-obra para trabalhar em Cotia, Carapicuíba, Vargem Grande Paulista e São Paulo. Atualmente, o Cepro mantém 150 aprendizes empregados em empresas da região, como a Wurth, a JBS-Friboi, AstraZenica, e o próprio Colégio Rio Branco. Mesmo empregados, eles continuam freqüentando o curso, formando a turma da "concomitância".

Em entrevista ao Site da Granja, duas aprendizes de 16 anos relataram a rica experiência que tiveram no centro. A aluna Joyce Santana Pereira, estudante do terceiro ano do ensino médio, conta que os professores sabem explicar bem e despertaram nela o interesse pela matemática. "Meu sonho é ser arquiteta, e aqui eu comecei a me interessar por matemática, até desenho umas plantas!", conta a aprendiz. Hoje, Joyce trabalha no Colégio Rio Branco, fazendo cadastro de alunos e lidando com documentos e até com a parte financeira do colégio.

Já Letícia Afonso, também no terceiro ano, trabalha na farmacêutica AstraZenica, o que aproximou ela do desejo de ser médica. Ela freqüenta o Cepro há um ano e meio, e diz que a concomitância ajuda muito no trabalho. "Eles continuam me capacitando e auxiliando mesmo depois de eu ter sido contratada como aprendiz na empresa. Eu vejo os resultados desse acompanhamento no meu trabalho", diz ela. Na AstraZenica, Letícia lida com os benefícios dos funcionários (como os carros que a empresa cede a eles), as multas, as festas de final de ano e os presentes de páscoa e natal dados aos funcionários.

Informações
Centro Profissionalizante Rio Branco (Núclo Granja Vianna) - Rodovia Raposo Tavares, 7200 (km 24) - Cotia - SP
Telefones: 4613-8480
Cep: 06703-015

O Site da Granja possui classificados com vagas de empregos na região e profissionais procurando um trabalho. Clique aqui para conferir!

Victor de Andrade Lopes
Fotos:Ligia Vargas








 

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR