Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

04/10/2017

Cotia discute Plano de Desenvolvimento

Dezenas de pessoas passaram pela Câmara Municipal de Cotia, na tarde de sábado (30/09), para acompanhar a audiência pública do Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana (PDUI), O evento, que percorre os municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (Conisud), é promovido pelo Conselho Consultivo da Sub-região da Região Metropolitana de São Paulo (Consulti).


Dezenas de pessoas passaram pela Câmara Municipal de Cotia, na tarde de sábado (30/09), para acompanhar a audiência pública do Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana (PDUI), O evento, que percorre os municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (Conisud), é promovido pelo Conselho Consultivo da Sub-região da Região Metropolitana de São Paulo (Consulti). Cotia participa ativamente da elaboração do PDUI e, durante a audiência, a sociedade civil organizada apresentou diversas propostas que poderão ser incorporadas à futura Lei Estadual sobre o tema.

Foram apresentadas sugestões como a "elaboração de mapas do turismo metropolitano com rotas temáticas", "expansão do Expresso Turismo da CPTM", "incentivo à geração de renda", "melhorias na infraestrutura urbana", "incentivos para agências criarem roteiros regionais", "fortalecimento da governança regional".

O engenheiro Álvaro Sérgio Barbosa, da Associação dos Arquitetos, Engenheiros e Técnicos de Cotia (AETEC), por exemplo, apresentou diversas sugestões ao PDUI, entre elas, a criação de um “Porto Seco” e complexo logístico em Caucaia do Alto, aproveitando a linha férrea Mairinque / Santos, além da concretização do corredor metropolitano ligando Itapevi a Cotia (BRT), pela Estrada da Roselândia, com conexão com o corredor Itapevi-São Paulo e pagamentos de royalties, pelo Estado, aos municípios que tenham reservas ambientais e hidrominerais com recursos do pré-sal, entre outras. A Associação Comercial e Industrial de Embu das Artes, representada por Roberto Terassi, propôs melhorias nas vias transversais entre as rodovias Raposo Tavares e a Régis Bittencourt, prevendo alargamento e construção de ciclovias.

"São nas audiências públicas que a sociedade civil organizada, o cidadão e o poder público podem expor suas ideias. Temos muitas demandas em nossa região e ao fechamento do PDUI esperamos que as cidades consigam subsídios para execução dos projetos elencados no Plano", disse o Secretário de Desenvolvimento Urbano de Cotia, José Roberto Baraúna, titular da Câmara Temática de Transporte e Cargas, do Consulti.

A audiência pública foi presidida por Brígida Sacramento, representando a Casa Civil do Governo do Estado e contou com a presença de Letícia Trombeta, da Emplasa, que fez uma apresentação sobre o PDUI. O Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) está previsto no Estatuto da Metrópole, Lei Federal nº 13.089 de 2015 e prevê as diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento urbano e regional, buscando reduzir as desigualdades e melhorar as condições de vida da população metropolitana. Também fixa as bases de atuação conjunta entre estados e municípios para um desenvolvimento ordenado da Região Metropolitana de São Paulo.










 

Pesquisar



















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR