Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

29/07/2010

Notícia - Carapicuiba investe

A Prefeitura de Carapicuíba iniciou na última segunda-feira, 26 de julho, o cadastramento de catadores de materiais recicláveis do Município.


A Prefeitura de Carapicuíba iniciou na última segunda-feira, 26 de julho, o cadastramento de catadores de materiais recicláveis do Município. O objetivo é articular a formação de uma cooperativa na cidade, dar formação e assessoria às pessoas que executam esse serviço, de forma a aumentar a captação de renda adquirida através dessa atividade.

O primeiro passo será a formalização de uma associação, que reunirá todos os catadores interessados. Eles receberão informações quanto às vantagens de trabalhar numa cooperativa, que oferece menos riscos e maior renda, na qual todos os funcionários são sócios e gozam dos benefícios de uma empresa comum. A renda obtida por um catador costuma variar de R$ 800,00 e R$ 1.200,00, bem mais que o salário mínimo que costuma receber.

As Secretarias, além do foco na sustentabilidade, pretende ainda trabalhar questões como motivação e auto-estima dos trabalhadores e recuperação de dependentes químicos.

A coleta seletiva a ser implantado pela Prefeitura recolherá materiais recicláveis em ecopontos e os levarão ao Armazém da Natureza, onde os catadores farão a triagem do material, por categorias (plástico, metal, vidro, papel e etc.) e a prensa do que foi selecionado. Depois disso, o material será finalmente encaminhado às empresas.

Além do local e prensa, o programa da Prefeitura de Carapicuíba oferecerá também a capacitação das pessoas que desenvolverão essa atividade. Graças a uma parceria com a SP Ambiental, a Prefeitura ensinará rudimentos de economia solidária, cooperativismo, empreendedorismo e organização coletiva aos trabalhadores. O curso é o passo fundamental para formalização da cooperativa.

O programa tem ainda outro aspecto que beneficia o município. O lixo, tanto o orgânico quanto o reciclável, sem discriminação, é recolhido e enviado para o transbordo, onde uma empresa terceirizada o compacta e envia para um aterro sanitário. Esse serviço tem um custo mensal médio de cerca de R$ 500 mil por mês. Estudos de técnicos da Prefeitura avaliam que, com o recolhimento discriminado, o custo tende a diminuir significativamente.


Fonte: Prefeitura de Carapicuiba








 

Pesquisar

























© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR