Fone: (11) 4617-3641 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui
Voltar

17/06/2009

Notícia - Abandono de cães:

O problema do abandono de animais na região da Granja Viana é realmente preocupante e muitas vezes é difícil definir se a questão é descaso da população ou falta de iniciativas da administração pública.



O problema do abandono de animais na região da Granja Viana é realmente preocupante e muitas vezes é difícil definir se a questão é descaso da população ou falta de iniciativas da administração pública.

Apesar do assunto ter ganho a mídia nacional, a discussão começou aqui mesmo no Site da Granja, com o flagrante de uma internauta granjeira, veja aqui.

Agora, decidimos também ouvir duas protetoras de animais na região e também procurar mais informações junto ao departamento responsável em Cotia: o Departamento de Vigilância à Saúde, responsável pela divisão de controle de Zoonose na região.

O Coordenador do depto, Dr. Clovis Petroni Junior, nos falou sobre o que a prefeitura tem feito em relação à saúde e ao abandono dos animais de Cotia:

"Em relação à Campanha anual de vacinação antirábica animal, pretendemos realizá-la em agosto, provavelmente na primeira quinzena do mês, com datas a serem estabelecidas. Na maioria das vezes, ela acaba se estendendo durante todo o mês pois temos uma cobertura a ser atingida em torno de 40.000 cães e 10.000 gatos. Quanto as Campanhas de Castração, trabalhos educativos, etc, visando a conscientização dos proprietários de animais domésticos, no caso cães e gatos, a municipalidade nunca deixou de executar ações nesse sentido. Como é sabido, já foram realizadas duas Campanhas de Castração de Cães e Gatos GRATUÍTAS, na gestão do então prefeito Quinzinho Pedroso, onde castramos para a população carente do município 120 e 500 animais respectivamente, entre cães e gatos, machos e/ou fêmeas. É muito importante salientar que além da castração, foram efetuadas palestras sobre o tema "Posse Responsável" junto aos proprietários desses animais; e também, de forma continuada, várias palestras sobre o tema foram, e são realizadas nas escolas do município por profissionais da Secretaria Municipal da Saúde (médico-veterinário e pedagoga).

Temos conhecimento da grande problemática em relação aos animais errantes que todos os municípios enfrentam. Nesta atual gestão, a proposta do prefeito Carlão Camargo, frente a esta questão, é de otimizar as Campanhas de Castração e de Conscientização da população a respeito da "Posse Responsável", através da contratação de serviços de ONGs e de estabelecimentos veterinários afim de não somente castrar gratuitamente e de forma permanente os animais, mas também de cadastrá-los, identificá-los (através da implantação de microchip), cuidar da saúde desses animais, promover adoções, e principalmente educar a população no sentido de promover a conscientização de que ela também é co-responsável e junto com a municipalidade poderá ajudar a minimizar os problemas inerentes a esta situação.
Todo o planejamento estratégico dessas ações estará a cargo da Secretaria Municipal da Saúde e da Secretaria Municipal do Planejamento.
Enfim, um grande projeto está prestes a ser colocado em prática pela atual administração com a finalidade de melhorar a qualidade de vida tanto da população quanto desses animais. Em breve, serão divulgadas informações mais detalhadas a respeito do assunto em questão".


Como já foi dito pelo Dr. Clovis Petroni Junior, Coordenador do Departamento de Vigilância à Saúde, uma das soluções e a mais importante delas para que o problema seja minimizado é que as pessoas tenham consciência de que adotar um animal é assumir um compromisso para toda a vida ou seja a "Posse Responsável".

Muito provavelmente elas não têm a menor idéia de que os maus-tratos de animais são considerados crimes previstos no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605, chamada de Lei de Crimes Ambientais. Para o infrator, a lei imputa multa ou pena de três meses a um ano de prisão.

Depoimentos

Maria Augusta e o gato Kiwi
Mudanças para a situação de abandono de animais domésticos na nossa região (e em todo Brasil) só vão acontecer com a ação conjunta das Prefeituras, Associações de Proteção Animal, protetores independentes, mídia e proprietários de animais. As Prefeituras têm que promover mutirões de castração nos bairros carentes e castrar os animais que estão abandonados nas ruas, pois estes são de sua inteira responsabilidade. As ONGs e protetores independentes devem ajudar organizando e auxiliando estes mutirões e promovendo palestras e debates sobre o abandono e a posse responsável de animais em escolas da região. Os proprietários precisam ter consciência que seus cães e gatos não podem ir para as ruas desacompanhados, para sua própria segurança e têm que ser castrados para evitar nascimentos indesejáveis. A receita é: posse responsável, esterilização dos animais e campanhas de conscientização que ajudem a evitar o abandono. A mídia também tem um papel importante no debate e conscientização da população. Só com a união de todos poderemos mudar esta realidade de omissão e descaso.

Maria Augusta Toledo

A granjeira Maria Augusta, é protetora independente e trabalha há mais de 10 anos com animais abandonados: cães e gatos.
Com mais duas amigas resgata, cuida, castra e doa estes animais. Não tem nenhum tipo de auxílio, seja particular ou de órgãos públicos.
Para conhecer o seu trabalho acesse:
anjosparaadocao.multiply.com



Angela Miranda e a cadela Perna
Quem tem um animal doméstico precisa saber que ele vai viver de 10 a 15 anos e que, como nós, ele sente fome, dor, frio, medo como qualquer ser vivo. No entanto, é só andar pelas ruas da Granja para encontrarmos cães e gatos desnutridos, machucados ou simplesmente largados. Na maioria das vezes, eles foram abandonados porque seus donos queriam viajar, ou "cansaram" do "brinquedinho", ou ainda por qualquer motivo fútil.

O que tudo isso significa? Além de ser crime previsto por Lei, o abandono de animais é um problema grave em nossa sociedade e, enquanto não se resolve, eles contam com a solidariedade de protetores que, além de serem taxados de malucos, acabam assumindo a responsabilidade e o papel que deveria ser do poder público. A carrocinha, além de cruel, não resolve o problema. O que deve ser feito é educar a população sobre a posse responsável e, principalmente, investir nos mutirões de castração gratuitos. Para isso, os municípios recebem uma verba significativa do Governo Federal.

Moro há 24 anos na Granja Viana e já adotamos muitos cães e gatos para os quais não conseguimos um lar. Ou seja, assumimos esta responsabilidade e cuidamos deles até que morressem. Hoje, as pessoas têm um pouco mais de consciência e menos preconceito para adotar vira-latas, mas ainda há muito abandono. As pessoas ainda não conseguiram relacionar que a saúde e o bem-estar animal estão diretamente ligados à saúde e ao bem-estar humano.

Na verdade, nunca consegui guardar dinheiro, trocar de carro todo ano e viajar pelo mundo nas férias por conta disso.... Valeu a pena pelo amor incondicional e gratidão que recebemos em troca. Acho que cada um tem uma missão aqui. A minha foi essa. Acho que cumpri. Tenho muito também a gradecer a todos os veterinários da região que, além de excelentes profissionais, foram, e são, grandes amigos.

Angela Miranda

Há 24 anos morando na Granja Viana, Angela Miranda é jornalista e geógrafa. Como diversos outros protetores da região, já resgatou dezenas de cães e gatos doentes. Poucos encontraram um novo lar.
A maioria ficou sob os cuidados de sua família até morrerem.


Maiores Informações

- Secretaria Municipal da Saúde de Cotia 4616-0800
- Vigilância Sanitária 4616-1889
- Divisão de Controle de Zoonose de Cotia 4243-7728


Declaração Universal dos Direitos dos Animais

1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

3 - Nenhum animal deve ser maltratado.

4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres em seu habitat.

5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca abandonado.

6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

7 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra os animais.

9 - Os direitos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Fotos: Ligia vargas








 

Pesquisar





















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR