TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Paia...Assada Voltar

22/12/2005

O Pedido do Caipira


Papai noé os menino me contaram
Lá na escola onde eu vô
Que o senhô atende os pedido
Dos rico dos pobre oprimido
Mandado por nosso senhô
Me contaram inté que é
Só ponha capim em baixo da cama
E drumi prá esperá
Mais papai noé prá começá
Nem cama eu tenho prá mim drumi
Eu tenho é uma estera véia
Remendada que dá pena inté de oiá
Brinquedo intão nem é bão falá
Trem de ferro,aeropraninho,sordadinho
Eu só cunheço de nome
Só de ouvi as outra criança cumentá
Que vale que o pai falô
Que a inveja num tem valô
Pro caboclo lutadô
Mais eu te juro papai noé
Quando eu escuito uma criança
Do meu bairro cumentá
Eu sinto que o micróbio da inveja
Cumaça logo a me atacá
Ói papai noé,pro senhô eu num tenho segredo
Inté hoje eu só tive dois brinquedo
Primero tive um potranco
Que era todinho branco
E bonito como que
Mais depois os negócio apiorô
E o pai teve que vendê
Despois me deram o pinhão
Esse cachorrinho bão
Que mi ajuda adiverti
Nas agua do riberão
Nadando daqui prá lí
Há! O senhô persisava vê papai noé
Quando eu dô um merguião
Custando pra parecê
Num é de vê
Que o danado do vira-lata lati desesperado
Pensando que eu vo morrê
Mais ói,papai noé,já que nóis temo prosiando
Já que a gente ta cunversando
O meu pedido eu vou fazê
Faz a minha mãe alevantá
Faiz dois ano que ela num sabe o que é natá
Faiz dois ano que a coitada
Passô a tussi,tussi
Num isforço danado lá na cama
Prá podê arresistí
Se o senhô me atendê
Eu podia inté lhe entregá
O meu único amigo bão
O meu cachorrinho pinhão
Que eu custei tanto a ganhá
Mais o senhô pode ficá com ele ou então
Fazê presente pra outra criança
Que o senhô quisé dá
Eu te prometo fica cuntente
Memo com vontade de chorá
Mais óia papai noé
Num esqueça o meu pedido
Quando chegá o natá
Pru favô
Faiz a minha mãezinha sará

Lulu Belencase


Veja mais

Fordinho 29
Caipira não se aperta!
O Cotuba e suas tiradas
Um causo de viajante
Era um barbeiro pra lá de bom
Pito do Inquilino
Êta caboclo unha de fome
Nos tempos do cangaço (eu disse can-ga-ço)
Ligações que custaram caro
A galinha americana
O que é que ocê me diz, cumpadi II
O Tédio
Carro de Boi
Oração Gaúcha
Brinquedo de escondê
Confissão de Caboco*
Balada Negra*
Chico Beleza*
A Flor do Maracujá*
Estradas*

 


Rolando Boldrin

Rolando Boldrin

Conta causos fazendo a gente saborear o modo gostoso de uma boa prosa.

ATENÇÃO!
SR. BRASIL, programa de Rolando Boldrin
TV Cultura: Sábados 19:00 h / Domingos 10:00 h

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR