TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco            
sitedagranja
| booked.net | Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

ASSINAR

| Anuncie Aqui

Paia...Assada Voltar

15/12/2005

Cuma é o nome dele?


Neste Brasil de meu Deus, tem Mané a dar com pau. Mané Vito do Forró, Mané Bento, Mané Gonçalo, Mané Garrincha e tantos outros Manés. Mas o Mané que marcou a minha vida de caboclo pra sempre é outro. Um pernambucano da ``mulésta´´. Improvisadô e cantadô de embolada, nos tempos do disco de cera de 78 rotações.
Tinha um verso numa embolada dele que eu gostava demais. Era assim: ``Onde vai, valente? Vou pra linha de frente´´.
Pois é por aí que ele foi. Pra linha de frente. Foi compositor, cantadô. Pra arrematá foi um grande pintor de quadros com motivos do Norte e Nordeste do Brasil. Fez exposição, foi elogiado aqui e lá fora, marcou sua presença gordinha neste mundo e foi embora ``fora do combinado´´.
Mas – sempre tem um mas - não quero aqui só falar de idas e voltas. Quero falar do amor que eu senti por esse caboclo e mostrar um causo, que o próprio me contou, ao lado de dona Lalá, companheira dileta, que me recebia com uma cervejinha gelada, depois de saborear um caju da cestinha que eu lhes oferecia, naqueles momentos de emoção e de glória para mim.
Mané contou assim: era uma plataforma de estaçãozinha do Nordeste, muita gente esperando o trem, e de repente aparece um caboclo puxando por uma corda um caixão de defunto, que parecia pesado. Espanto e indignação de todos, até que um gaiato perguntadô lhe dirige a palavra:
GAIATO – Tem gente dentro desse caixão?
CABOCLO – Tem sim, sinhô. É minha muié que eu vô levá pra sê enterrada na terra dela. Sua úrtima vontade...
GAIATO – Então, o senhor gostava muito dela. É , ou não é?
CABOCLO – É, gostava muito mêmo...
O caboclo dá uma cuspida e mostra uma coisa branca que tava no seu bolso:
CABOCLO – Óia o dente dela que eu arranquei num tapa!


Veja mais

Fordinho 29
Caipira não se aperta!
O Cotuba e suas tiradas
Um causo de viajante
Era um barbeiro pra lá de bom
Pito do Inquilino
Êta caboclo unha de fome
Nos tempos do cangaço (eu disse can-ga-ço)
Ligações que custaram caro
A galinha americana
O que é que ocê me diz, cumpadi II
O Tédio
Carro de Boi
Oração Gaúcha
Brinquedo de escondê
Confissão de Caboco*
Balada Negra*
Chico Beleza*
A Flor do Maracujá*
Estradas*

 


Rolando Boldrin

Rolando Boldrin

Conta causos fazendo a gente saborear o modo gostoso de uma boa prosa.

ATENÇÃO!
SR. BRASIL, programa de Rolando Boldrin
TV Cultura: Sábados 19:00 h / Domingos 10:00 h

Pesquisar




X















© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 96948-3326 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR