por Maluh DupratAutoamáveis por Maluh

 mais fotos:  

Anos atrás, a sempre inspirada colunista Jany, do Site da Granja, escreveu um texto no qual observava a quantidade e sofisticação dos itens que fabricantes de automóveis incluíam em seus produtos. Ela se referia mais especificamente ao interior dos veículos e o quanto o conforto dos passageiros vinha sendo valorizado (itens como ar condicionado, bancos reclináveis e ergométricos, computador de bordo, displays para copos e por aí afora). Na ocasião, com muita perspicácia, ela relacionou essa tendência ao tempo em que as pessoas – lamentavelmente - permanecem dentro de seus carros durante o dia. Durante a vida! Nessa triste constatação, não só dela como dos fabricantes, os carros passaram a oferecer um aconchego semelhante ao de uma sala de estar...

E não parou por aí! Atualmente, seguindo exatamente essa tendência, uma grande montadora está desenvolvendo – pasmem! - um protótipo de ‘carro empático’, que reconhece a voz do dono, o tom da voz, seu humor, interage com ele, conta piadas se a coisa não estiver bem, dá conselhos, escolhe a música mais adequada ao estado de espírito, lembra aniversários, entre outros mimos. O carro não é mais alguma coisa, o carro é alguém, um amigo, uma secretária, um terapeuta. Sala de estar, mas também escritório ou consultório, um espaço não só acolhedor como também amável! Antigamente as pessoas namoravam dentro dos carros, hoje o afeto vem de fábrica.

Outra novidade, um novo protótipo inusitado, também foi apresentado ao mercado europeu pela mesma montadora: um berço!! Desta vez, não a casa dentro do carro, mas o carro dentro de casa! O inédito modelo de berço simula os movimentos de um automóvel, a iluminação noturna das ruas e um leve ruído de motor para ajudar o bebê boêmio a pegar no sono, sem o incômodo de ligar o carro e levar a criança para cima e para baixo até que durma.

De fato, o colo nesse momento nem sempre é um sucesso e aquela voltinha no bairro continua sendo um recurso válido em casos extremos. Mas o que mais chama a atenção, sem desprezo à criatividade da montadora, é a automatização das relações humanas e da satisfação das suas demandas. Tenho a sensação de que algo está se perdendo nos contatos entre as pessoas, inclusive as mais queridas. A tecnologia sem dúvida é um artefato fantástico, desde que sirva para nos aproximar uns dos outros e nos reservar mais tempo para isso, para os outros e para nós mesmos. De preferência, em casa!



Os artigos e reportagens, quando assinados, não refletem necessariamente a opinião do Site da Granja e são de inteira responsabilidade de seus autores.


  • Comentários (0)
  • Comente aqui
  • Indicar para amigo(a)
  • Imprimir
Nenhum comentário.

Preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:  Exibir e-mail
Título:
Comentário: 
Seu comentário sobre essa matéria, será avaliado
e publicado no prazo máximo de 48 horas.
DAT   

Indique esta notícia a um(a) Amigo(a):

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo(a):
E-mail Amigo(a): 

Divã na Internet - Maluh Duprat

Maluh Duprat

Maluh Duprat é psicóloga clínica, orientadora vocacional e membro do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática (NPPI), da PUC/SP.



Todos os direitos de reprodução e representação reservados.

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal

Arquivo

  • Autoamáveis por Maluh
  • Contentes Contatos
  • Aprendiz de Feiticeiro Por Maluh
  • Novos tempos!
  • Internet parceira no vestibular
  • A escolha profissional - o futuro à vista!
  • Internet: um desafio para a Educação
  • Educar ou punir
  • De perto, ninguém é normal
  • Internet Segura por Maluh Duprat
  • Era digital: um novo modo de vida
  • Internet: E a vida depois da morte?
  • Resiliência - Cirulink indica o caminho da superação
  • Resiliência - Nossa história não é nosso destino
  • Pai nosso de cada dia
  • A voz do povo é a voz de Deus?
  • Sorria, você está sendo filmado!
  • Plante uma árvore na internet
  • Internet - Vida ou Games?
  • Pedofilia - Crimes Cibernéticos
  • Internet parceira no vestibular
  • Tecnologia é a resposta, mas qual era a questão?
  • Cyberbullying: ofensas e humilhações na Internet
  • Eleições 2008: Internautas na mira
  • Quando a Internet pode ser nociva
  • Namorando na Rede
  • Realidade e Fantasia
  • Internet: Virtude e Vício
  • Internet: em boa companhia
  • Invasão de Privacidade